ELEIÇÃO | IPORÁ

Eleição em Iporá pode ser quase a reedição da disputa de 2016

Oposição pode se juntar para disputar contra o atual prefeito, Naçoitan Leite


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 27/07/2020 às 17:55:29

Naçoitan Leite, João Batista, Amarildo Martins e Léo Contador (Fotos: Reprodução)
Naçoitan Leite, João Batista, Amarildo Martins e Léo Contador (Fotos: Reprodução)

Com poucas mudanças, Iporá, no oeste goiano, deve ser palco de uma reedição da disputa pela prefeitura de 2016. Naçoitan Leite (PSDB), Amarildo Martins (DEM) e João Batista (MDB) repetem aquela edição. As novidades são o pré-candidato Léo Contador (Patriotas) e Danilo Gleic (Cidadania), que também estão no páreo.

João Batista afirma que tem conversado com outros partidos, como o DEM de Amarildo e o Patriotas de Léo. “Amarildo se diz pré-candidato do governador (Ronaldo Caiado), mas não vi o governador falando nada. Já o Léo está só, ainda sem chapa de vereadores, neste momento”, diz o emedebista, que não descarta alianças.

Apesar disso, ele vê mais dificuldade no caso de Amarildo. “Ele tem dito que vai disputar, não aceita ser vice”, relata a determinação do adversário e emenda: “Mas internamente, parte do partido tem sinalizado apoio à nossa pré-candidatura.” Assim, João acredita na união da oposição contra o atual prefeito, Naçoitan Leite.

Em 2016, Naçoitan foi eleito à prefeitura de Iporá com 42,25% dos votos (7.832). Amarildo Martins, então do PR, teve 35,90% (6.654) e João Batista 21,85% (4.051).

Suporte

Sobre a pré-candidatura, João diz ter apoio do ex-prefeito Dr. Mac e do presidente da sigla na cidade, Zezinho da Autoelétrica. Mas tem mais.

João afirma, ainda, que tem conversado, pelas sociais, de forma constante com o presidente do MDB goiano, ex-deputado federal Daniel Vilela. “Ele e o deputado estadual Paulo Cézar Martins (MDB) são meus maiores incentivadores.”

Segundo ele, a dupla tem dado suporte a pré-candidatura dele, que é praticamente certa.


Publicidade