Streaming

YouTube teria ameaçado boicotar gravadoras em serviço streaming

O YouTube fechou acordos separadamente com as três maiores gravadoras, Sony, Warner e Universal, mas tem procurado as menores separadamente, justamente para causar pressão.


mgadmin
Do Mais Goiás | Em: 02/06/2014 às 21:54:17


Fala-se há meses sobre o interesse do Google em lançar um serviço de músicas por streaming no YouTube, mas até agora nada saiu do papel. A desculpa, desta vez, seria um problema com as gravadoras independentes.

Na semana passada, a WIN (Worldwide Independent Network), que representa várias empresas pequenas pelo mundo, divulgou uma nota criticando o YouTube por fazer propostas consideradas injustas às pequenas gravadoras, dizendo ainda que a companhia ameaçou bloquear o conteúdo de quem não aceitar os termos presentes nos contratos.

O New York Times tem fontes que confirmam o problema. Segundo essas pessoas, a decisão de falar abertamente sobre a questão é uma tentativa de sensibilizar o Google, que não permitiria sequer que os independentes coletassem dinheiro com publicidade em seus vídeos no YouTube.

Segundo a WIN, o YouTube fechou acordos separadamente com as três maiores gravadoras, Sony, Warner e Universal, mas tem procurado as menores separadamente, justamente para causar pressão. A carta da WIN contém assinaturas de gravadoras em 18 países, incluindo Brasil, Estados Unidos, Reino Unido e Alemanha.

Em nota enviada ao NYT, o Google afirmou já ter acordos fechados com “centenas” de gravadoras, tanto independentes quanto grandes, mas disse que não comentaria negociações em curso.

No fim do ano passado chegou-se a noticiar que o serviço de streaming já estava pronto, mas não seria lançado em 2013 porque o Google estava insatisfeito com o produto. Quando ele estiver pronto, entrará num mercado que já conta com concorrentes de peso como Spotify e Deezer.