Política

Wilder Morais é único senador goiano presente em votação de projeto que regulamenta o Uber

O parlamentar votou contra a matéria, que acabou aprovada. Lucia Vânia (PSB) não compareceu à votação e Ronaldo Caiado (DEM) está de licença médica


Karla Araujo

Do Mais Goiás | Em: 01/11/2017 às 18:43:27


Wilder Morais (PP) (Foto: Agência Senado)
Wilder Morais (PP) (Foto: Agência Senado)

O senador Wilder Morais (PP) foi o único representante de Goiás presente ontem (1º) na votação do projeto que regulamenta o uso dos aplicativos de transporte individual no País – como Uber, Cabify e 99. O goiano foi um dos dez deputados que votaram contra o texto, que foi aprovado com outros 46 votos favoráveis. A senadora Lucia Vânia (PSB) não compareceu à votação e Ronaldo Caiado (DEM) está de licença médica.

“Tenho carinho pelos taxistas, mas não podemos negar a ascensão dos aplicativos. Isso tem facilitado a vida da população. É preciso regulamentar, mas não pode estatizar os aplicativos. É um serviço de uma empresa estrangeira? Tudo bem, o que importa é que a população está assistida”, avalia o senador.

O texto foi aprovado, mas sofreu alterações. Os senadores retiraram a exigência da chamada placa vermelha e a obrigatoriedade de que os motoristas sejam proprietários dos veículos que utilizarem para a comercialização do serviço. Agora, a matéria volta para a Câmara dos Deputados.