Francisco Costa
Do Mais Goiás

Weslei Garcia pode ser candidato ao governo pelo PSol mais uma vez

Presidente estadual da sigla, Weslei foi candidato a governador em 2018

Weslei Garcia pode ser candidato ao governo pelo PSOL mais uma vez
Weslei Garcia pode ser candidato ao governo pelo PSOL mais uma vez (Foto: Reprodução / Facebook)

O presidente estadual do PSol, Weslei Garcia, é pré-candidato ao governo do Estado em 2022. Segundo ele, o partido está aberto a uma composição, mas, neste momento, a ideia é por uma candidatura própria.

Weslei teve 26.020 votos no pleito de 2018, quando o governador Ronaldo Caiado (DEM) foi eleito em primeiro turno com 1.773.185. À época, o gestor superou, ainda, Daniel Vilela (MDB), 479.180 votos; José Eliton (PSDB); 407.507 votos; Kátia Maria (PT), 271.807 votos; além de outros nomes da esquerda.

Ao Mais Goiás, Weslei diz que o PSOL tem debatido uma frente de esquerda com siglas como PSTU, PCO e UP, que são menores, mas “mais fiéis ideologicamente”. Contudo, ele declara que a sigla deve procurar e debater uma idade com o PT e outras legendas.

“O mais importante é enfrentar o ‘bolsonarismo’ e o ‘caiadismo’. Além de organizar uma boa chapa para a Assembleia Legislativa”, declara.

Assembleia

Segundo Weslei, Fabrício Rosa – que já disse articular para disputa do cardo de deputado estadual – será prioridade no partido, se entrar no páreo. “Foi o mais bem votado da esquerda em Goiânia”, lembra Weslei.

Fabrício teve 4.299 votos para vereador, mas não foi eleito. De fato, em Goiás, o PSOL não fez vereadores.

Contudo, o presidente estadual destaca que o partido, apesar de não ter chapa completa, atingiu o mínimo de candidatas, o que não houve em outras legendas. “Foram cerca de dez. Então, estamos com recurso para tentar garantir a entrada de Fabrício [na Câmara de Goiânia].”