Vila volta a vencer e mantém distância da zona de rebaixamento

Em Campinas, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, o Tigre dominou o segundo tempo e bateu o Guarani por 2 a 0; Robinho e Wesley Matos anotaram os gols


Fábio Alves
Do Mais Goiás | Em: 16/08/2019 às 23:50:31

Capitão Wesley Matos comemora segundo gol na vitória contra o Guarani (Foto: Reprodução/SporTV)
Capitão Wesley Matos comemora segundo gol na vitória contra o Guarani (Foto: Reprodução/SporTV)

O Vila Nova visitou o lanterna da Série B, venceu e manteve vantagem na briga contra a zona de rebaixamento. Em Campinas, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, o Tigre dominou o segundo tempo e bateu o Guarani por 2 a 0. Robinho e Wesley Matos anotaram os gols do jogo da 16ª rodada, na noite de sexta-feira (16). O Vila soma 18 pontos e está em 14º.

O goleiro colorado Rafael Santos foi exigido e fechou a meta com quatro defesas complexas: duas delas ainda na primeira etapa, quando o time goiano foi mais pressionado.

O Vila Nova abriu o placar em jogada de contra-ataque, aos 15 minutos da primeira parte. Robinho, na ponta direita, recebeu passe de Ramon, avançou sem pressão da defesa adversária. Ele bateu colocado, no cantinho, e fez o primeiro tento da peleja.

No início da parte final, Davó, atacante do Guarani, fez a jogada mais bonita do confronto. Ele deu um chapéu dentro da grande área colorada e parou em Rafael Santos. O Vila cresceu de produção e passou a dominar o jogo. Aos 14, Alan Mineiro pegou rebote dentro da área e só não ampliou o placar devido à defesa de Klever.

Na sequência, aos 15 minutos, o Tigrão voltou a balançar a rede. O capitão Wesley Matos subiu alto após cobrança de escanteio de Ramon e marcou o gol com uma cabeçada. O Guarani teve outras tentativas, mas parou nas defesas de Rafael Santos.

“Hoje foi tirado um peso das nossas costas. Se teve mudança na diretoria é porque as coisas não estavam certas. Agora é trabalhar com a cabeça mais fria para as coisas começarem a acontecer”, analisou o zagueiro e capitão Wesley Matos, em entrevista após o jogo, ao SporTV.

Durante a semana, o Vila contratou o diretor de futebol Hugo Jorge Bravo, que passou pelo clube na mesma função nos anos de 2013 e 2015.  O diretor dispensou seis jogadores do elenco: o meia Elias, o lateral-esquerdo Hélder, o volante Araújo e os atacantes Keké, Facundo Boné e Alan Carius.

O Vila volta a campo na terça-feira (20), quando recebe o Sport, no Estádio Olímpico, em Goiânia. A partida começa às 21h30. Diego Jussani e Jeferson cumprem suspensão pelo terceiro cartão amarelo nessa partida. O Guarani segue em último, com 13 pontos.