Série B

Vila Nova bate Santa Cruz e encerra jejum na Série B

A última vitória do time goiano havia sido no dia 19 de março, sobre o Grêmio Anápolis, por 3 a 2


mgadmin
Do Mais Goiás | Em: 20/07/2014 às 14:56:19


Após quatro meses, enfim a torcida do Vila Nova pôde comemorar uma vitória. Na tarde deste sábado, o time goiano encerrou o seu jejum na Série B do Campeonato Brasileiro ao vencer o Santa Cruz por 3 a 2, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 12.ª rodada da competição.

A última vitória do time goiano havia sido no dia 19 de março, sobre o Grêmio Anápolis, por 3 a 2, na última rodada do Campeonato Goiano. O Vila foi rebaixado para a segunda divisão estadual. De lá para cá foram nove derrotas e dois empates. Mesmo assim, o time segue na lanterna da Série B, com cinco pontos. Já o Santa Cruz perdeu a segunda seguida e estacionou nos 16 pontos e está no 11º lugar.

O primeiro tempo do jogo deste sábado foi bastante aberto, com os times buscando o gol a todo momento. Quem começou em cima e abriu o placar foi o Vila Nova. Logo aos oito minutos, Jheimy recebeu passe de Nenê Bonilha e bateu cruzado.

Pressionado pelo adversário, o Santa Cruz foi obrigado a sair para o jogo e não demorou a conseguir o empate. Aos 15 minutos, Pingo dominou de costas para o gol e, de meia-bicicleta, marcou.

Num erro defensivo, Jheimy conseguiu escapar, mas foi derrubado na área. Pênalti. Na cobrança, Radamés não desperdiçou, aos 28, para voltar a colocar o Vila Nova na frente.

Mais uma vez atrás do marcador, os pernambucanos foram obrigados a sair para o jogo. O empate quase saiu aos 31 minutos após finalização de Wescley, que explodiu na trave. Logo em seguida, porém, aos 35, Danilo Pires aproveitou rebote do goleiro e mandou para o gol para voltar a empatar o jogo.

Na segunda etapa, o Santa Cruz voltou mais organizado e também seguia levando perigo ao gol adversário. Aos 13 minutos, Danilo Pires apareceu de surpresa para desviar de cabeça e carimbou a trave. No rebote, Léo Gamalho tentou marcar, mas Cléber Alves fez a defesa. O camisa 1 do Vila Nova precisou trabalhar mais uma vez em cobrança de falta com perigo de Pingo.

Apesar de sofrer no campo de defesa, os goianos conseguiram confirmar a vitória aos 31 minutos. Após cruzamento rasteiro, Paulinho veio de trás e finalizou com perfeição para marcar.

Os dois times voltam a campo no próximo sábado. O Vila Nova encara o Sampaio Corrêa, às 21 horas, no Estádio Castelão, em São Luis (MA). Um pouco mais cedo, às 16h20, o Santa Cruz recebe o Ceará, no Estádio do Arruda, em Recife.

FICHA TÉCNICA
VILA NOVA 3 X 2 SANTA CRUZ

LOCAL – Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
PÚBLICO e RENDA – Não disponíveis
ÁRBITRO – Antônio Neuriclaudio Costa (AC)

CARTÕES AMARELOS – Leonardo, Jheimy e Júnior Xuxa (Vila Nova); Nininho e Emerson Santos (Santa Cruz)

GOLS – Jheimy, aos 8, Pingo, aos 16, Radamés, aos 28, e Danilo Pires, aos 35 minutos do primeiro tempo; Paulinho, aos 31 minutos do segundo tempo

VILA NOVA – Cléber Alves; Léo Rodrigues, Vitor, João Paulo (Gabriel) e Rafinha; Leonardo, Radamés, Nenê Bonilha (Júnior Xuxa) e Paulinho; Dimba (Evandro Paulista) e Jheimy. Técnico – Márcio Goiano.

SANTA CRUZ – Tiago Cardoso; Nininho (Emerson Santos), Everton Sena, Renan Fonseca e Renatinho. Sandro Manoel (Bileu), Memo, Danilo Pires e Wescley; Pingo e Léo Gamalho (Betinho). Técnico – Sérgio Guedes.