Violência contra à mulher

Vigilante é preso suspeito de matar ex-esposa na frente da filha, em Planaltina

De acordo com a PM, a vítima foi morta com três disparos. Familiares informaram aos policiais que ela era funcionária da comarca da cidade e estava em tratamento de um câncer


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 14/10/2019 às 16:09:09

Vigilante é preso suspeito de matar ex-esposa na frente da filha, em Planaltina (Foto: Divulgação/PM)
Vigilante é preso suspeito de matar ex-esposa na frente da filha, em Planaltina (Foto: Divulgação/PM)

Um vigilante, de 45 anos, foi preso suspeito de matar a ex-esposa em Planaltina de Goiás, no Entorno do Distrito Federal, na noite deste domingo (13). De acordo com a Polícia Militar (PM), a servidora pública, Érica Sousa de França da Silva, de 41 anos, foi morta na frente da filha, de 18 anos.

Segundo o aspirante a oficial Marcelo Augusto, por volta das 20 horas, a vítima estava com a jovem no apartamento que morava, quando Reginaldo Pereira da Silva invadiu o local. Ele desferiu três disparos em Érica. Ela morreu na hora. Após o crime, o vigilante fugiu numa motocicleta.

Ao confrontar informações, a corporação chegou à casa que o casal morava antes do término do relacionamento. Segundo o aspirante a oficial, Reginaldo recebeu a equipe com disparos e se trancou no banheiro. Foram três horas de negociações até ele se render.

“Após isso, ele contou que o plano dele é tirar a própria vida, mas disse que não teve coragem e se decidiu se entregar. Ele também contou que não aceitava o fim do relacionamento e que estava com ciúmes, pois desconfiava que a vítima já estava em um novo namoro”, conta Marcelo.

De acordo com o policial, familiares contaram que Érica já havia sido ameaçada pelo suspeito, mas que não registrou nenhum boletim de ocorrência pois não acreditava que ele pudesse fazer algo contra ela. Ainda segundo com a corporação, a vítima era funcionária da comarca do Tribunal de Justiça da cidade e estava em tratamento de um câncer.

O homem foi encaminhado para realização do exame de corpo de delito e foi encaminhado à delegacia da cidade. Ele foi autuado pelo crime de feminicídio. A arma utilizada no crime, um revólver calibre.38, também foi apreendida.