Eduardo Pinheiro
Do Mais Goiás

Vigilância fecha casas noturnas que não cumpriam protocolos contra Covid-19

Equipes da Vigilância Sanitária realizaram, desde 27 de janeiro, fiscalização de 488 estabelecimentos;130 foram autuados

Guarda Civil Metropolitana fiscaliza aglomerações em Goiânia (Foto: Prefeitura de Goiânia / Divulgação)

Fiscais da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma) de Goiânia, da Vigilância Sanitária e da Guarda Civil Metropolitana fecharam três bares na noite de sábado (20) e madrugada deste domingo (21), em Goiânia. De acordo com a prefeitura, os estabelecimentos não cumpriam os protocolos de segurança para combate da Covid-19.

Um dos estabelecimentos, localizado no Parque Amazônia, descumpria do horário do decreto da prefeitura. A Guarda Civil ainda autuou três pessoas por falta de uso de máscaras. Em outros locais, as equipes registratam também descumprimento do horário, além de aglomerações.

Segundo a prefeitura de Goiânia, equipes da Vigilância Sanitária realizaram, desde 27 de janeiro, a fiscalização de 488 estabelecimentos, dentre os quais 130 foram autuados e fechados. Neste final de semana, até a tarde de domingo (21), as equipes realizaram 57 fiscalizações. Foram aplicadas 25 multas, 10 fechamentos, 20 intimados, e 21 pessoas multadas por falta de máscara.

Decreto publicado em 27 de janeiro estabeleceu novos horários de funcionamento para comércios que vendem bebidas alcoólicas na capital. Com isso, bares e restaurantes passaram a ter que fechar até as 23h.

Na última sexta-feira (19), o prefeito Rogério Cruz (Republicanos) se reuniu com secretariado para discussão sobre publicação de um novo decreto em resposta ao avanço do coronavírus na capital. A previsão é que nesta semana o Paço publique o documento com mudanças nos protocolos.