Morte

Vídeo mostra momento em PM mata amigo e comete suicídio em Goiânia; assista

Delegado afirmou que ainda é cedo para tirar conclusões. O caso aconteceu no início da noite desta quarta-feira na Vila Itatiaia


Altemar Santos
Do Mais Goiás | Em: 25/10/2018 às 20:33:58

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

O Mais Goiás teve acesso ao vídeo do Policial Militar Flávio Farias, 30, que matou o motorista de aplicativo Matheus Oliveira de Castro, 20 e cometeu suicídio na tarde de quarta-feira na Vila Itatiaia, região Norte da capital. As imagens foram feitas pelo sistema de segurança da sorveteria onde o fato aconteceu.

No vídeo, é possível ver Matheus (em cima da moto) conversando com Flávio (dentro do carro) e com mais um grupo de pessoas. No momento do primeiro disparo, as pessoas presentes se dispersam. Flávio desce do carro, vê o corpo de Matheus, volta para dentro do veículo e atira na própria cabeça.

Matheus chegou a ser levado com vida ao Hospital Estadual de Urgências da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol). O óbito só foi comunicado às autoridades pelo irmão dele, Leonardo Oliveira de Castro, às 19h10. Flávio, por sua vez, morreu na hora. A Polícia Militar afirmou em nota que tomará providências para esclarecer os fatos.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Mais Goiás (@maisgoias) em

O delegado responsável pelo caso, Marco Aurélio Euzébio, afirmou que ainda é cedo para tirar as conclusões, mas acredita que se tratou de uma brincadeira. “Estamos ouvindo as testemunhas e verificando as imagens da câmera de segurança da sorveteria. O que sabemos é que ambos estavam bebendo. Acredito que ele (Flávio) estava brincando quando houve o primeiro disparo. Faremos também uma perícia na arma para saber se houve alguma falha”, concluiu.

HISTÓRICO

Essa não foi a primeira vez que o soldado Flávio Faria de Oliveira teve problemas ao manusear sua arma na frente de amigos. No último dia 22 de junho de 2018, o soldado estava em uma mesa com amigos e começou a manusear sua arma. E de acordo com Boletim de Ocorrência da Polícia Civil, a arma disparou acidentalmente atingindo a perna de um homem que estava no local.

Logo após o disparo, uma equipe da Polícia Militar foi até o local e conversou com uma testemunha. Ela levou os militares até a casa do soldado, onde foi dada a voz de prisão. Com ele, os militares apreenderam sua pistola, uma Taurus PT 840. À época, Flávio Faria foi autuado e preso em flagrante pelo artigo 15 do Estatuto do Desarmamento (Disparo de arma de fogo).

A POLÍCIA MILITAR

Leia a nota divulgada pela assessoria de imprensa da Polícia Militar de Goiás;

“A Assessoria de Comunicação Social da Polícia Militar confirma e informa sobre ocorrência envolvendo um policial militar de folga, na tarde de hoje (24), em Goiânia. Segundo informações preliminares, o policial estaria manuseando a arma de fogo dentro de um automóvel, momento em que ocorreu um disparo, atingindo seu supostamente amigo.

Posteriormente, com a mesma arma, outro disparo ocorreu, o qual atingiu sua própria cabeça. O policial não resistiu aos ferimentos e faleceu no local. A outra pessoa atingida foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao HUGOL, mas também não resistiu. Outras providências serão devidamente adotadas pela Polícia Técnico-Científica, a fim de se esclarecer os fatos.

Assessoria de Comunicação Social da PMGO.”