NÃO FOI A PRIMEIRA VEZ

Vídeo mostra cantora sendo agredida pelo marido em shopping; assista

Irmão da vítima publicou gravação no Instagram. "Não quero que minha irmã caia nas estatísticas de feminicídio", escreveu


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 25/11/2020 às 12:58:04

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Na última segunda-feira (23) o irmão da cantora gospel Quesia Freitas divulgou nas redes sociais um vídeo que mostra ela sendo agredida pelo marido, Bruno Feital, no shopping Recreio, no Rio de Janeiro.

Na gravação, é possível ver Bruno segurando com força o braço de Quesia, enquanto ela tenta se soltar. Uma mulher que passava pelo local diz: “Solta ela, solta ela!”. Momentos depois, três homens aparecem e cercam o agressor.

O cantor Juninho Black, irmão de Quesia Freitas, relatou que ela vem sendo agredida há mais de um ano.

“Minha irmã vem sofrendo tortura psicológica, abuso emocional, agressões físicas e coação. Resolvi trazer a público o caso depois de perdoar várias vezes. Ele a agrediu dessa vez em público (…) Família, não quero que minha irmã caia nas estatísticas de feminicídio“, escreveu.

“Tenho outros vídeos de agressões em local público e as autoridades ainda não colocaram esse animal na cadeia. A gente só acredita quando acontece dentro da nossa família e infelizmente está acontecendo com a minha irmã“, continuou o irmão de Quesia Freitas.

Confira o vídeo:

No Instagram, o vídeo já registra mais de 184 mil visualizações. Segundo Juninho, o marido de Quesia Freitas fugiu e até o momento não foi encontrado pela polícia. A cantora agredida está sob medida protetiva.

Na publicação, internautas comentaram sobre o caso. “Eu não conseguiria me sujeitar a um relacionamento desse, eu fugiria pra bem longe!”, comentou uma. “Vivemos em um país, onde a lei não pode ser executada”, disse outro.

“Minha mãe foi assassinada pelo meu pai. A gente só acredita quando acontece com a gente. Mulheres, denunciem!!!”, escreveu um internauta.

Leia também: Polícia prende jovem acusado de agredir a avó de 76 anos no Rio Janeiro

Catarinense denuncia que foi espancada por namorado goiano na Irlanda; vídeo

*Com informações do UOL