ACIDENTE

Vídeo mostra atropelamento de grávida e filha de quatro anos, em Goiânia: assista

Vídeo mostra veículo passando na Avenida Independência e atingindo as vítimas, que morreram no local. Atropelamento foi no dia 31 de dezembro

Cidades

Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 02/01/2020 às 16:35:42

Segundo a perícia, no momento em que atingiu mãe e filha, a mulher dirigia a uma velocidade 80% superior a que é permitida na via. (Foto: Reprodução)
Segundo a perícia, no momento em que atingiu mãe e filha, a mulher dirigia a uma velocidade 80% superior a que é permitida na via. (Foto: Reprodução)

Uma câmera de segurança filmou o momento em que uma mulher grávida e a filha dela de quatro anos de idade foram atropeladas, na última terça-feira (31), em Goiânia. O vídeo, divulgado pela Delegacia de Crimes de Trânsito (Dict), mostra o momento que o veículo passa pela Avenida Independência e atinge as vítimas. Meiriany Ester Luiz Cotrim, 28 anos, e a filha Vitória Luiz da Silva, morreram no local. A mulher estava grávida e o bebê também faleceu.

Confira o vídeo:

A polícia descartou a suspeita de que a motorista teria avançado o sinal vermelho. A delegada responsável pelo caso, Maira Lídia Barcelos Bicalho, afirmou que, através das imagens, foi concluído que o semáforo estava verde para a condutora. “Ainda não é possível determinar a velocidade exata do carro. Foram detectadas marcas de frenagem e vamos solicitar a perícia de aferição de velocidade”, acrescenta.

Vídeo mostra atropelamento de grávida e filha de quatro anos, em Goiânia

Acidente matou mulher grávida e filha na Avenida Independência, em Goiânia (Foto: Leitor Mais Goiás)

No dia do atropelamento, as vítimas estavam junto com o esposo de Meiriany. Os três atravessavam da Avenida Contorno para a Avenida Independência. Segundo a Dict, o homem não se feriu pois, ao perceber a chegada do veículo, conseguiu se desvencilhar.

A motorista do veículo ficou no local para prestar socorro e foi submetida ao teste do bafômetro, que deu negativo. Participaram do atendimento emergencial a Polícia Militar (PM), o Samu e a Secretaria Municipal de Trânsito (SMT).