INFRAESTRUTURA

Viaduto da Jamel Cecílio deve ser entregue em até sete meses, diz prefeito

Chuvas e falta de insumos deve estender prazo de entrega


Eduardo Pinheiro
Do Mais Goiás | Em: 06/01/2021 às 12:47:58

Prefeito em exercício Rogério Cruz faz vistoria a obras com secretariado | Foto: Jackson Rodrigues / Divulgação
Prefeito em exercício Rogério Cruz faz vistoria a obras com secretariado | Foto: Jackson Rodrigues / Divulgação

Em vistoria às obras em andamento deixadas pelo ex-prefeito Iris Rezende (MDB), na manha desta quarta-feira (6), o prefeito em exercício Rogério Cruz (Republicanos) afirmou que o viaduto da Avenida Jamel Cecílio, que cruza a Marginal Botafogo, em Goiânia, ainda deve demorar de seis a sete meses a ser entregue. A justificativa usada pelo prefeito são atrasos relativos a falta de insumos, além do período chuvoso.

“Muitos materiais que precisávamos pararam ser fabricados. Isso em todo o país. A pandemia [de covid-19] nos trouxe uma dificuldade muito grande”, apontou durante entrevista coletiva. Além disso, o prefeito em exercício aponta que o período chuvoso também dificulta a execução das obras.

“O problema não é dinheiro, mas a falta de materiais. O nosso secretário Luiz Bittencourt já tem cobrado os empresários. Estamos cobrando no formato do contrato. Para que se cumpra”, aponta.

A prioridade da prefeitura, de acordo com Rogério Cruz, são as três maiores obras: o viaduto da Avenida Jamel Cecílio, o BRT (Bus Rapid Transport, na sigla em inglês) e o prolongamento da Avenida Leste-Oeste.No caso do BRT, Rogério Cruz afirma que cobra, dentro do contrato, para dar celeridade as obras, por se tratar de essencial, por “ocupar grande parte da cidade”.

Prazos

Segundo o secretário de infraestrutura, Luiz Bittencourt, os projeto já execução não sofrerão qualquer tipo de modificação, já que foram estudados por técnicos. O que pode haver é pequenos ajustes. Quanto a prazos, ele diz que o foco da prefeitura é finalizar as obras e alerta que, nos próximos 15 dias, espera aumento da pluviosidade na capital, o que pode interromper algumas delas.

“Não estamos em uma maratona, estamos realizando obra pública, cheia de dificuldade. Enfrentamos dificuldades de toda natureza. Estamos entrando no período chuvoso nos próximos 15 dias. Isso não é atraso, é condição de execução de obra e vamos seguindo. O importante é concluir”, diz.

O secretário afirma que o viaduto da Avenida Jamel Cecílio está com 80% concluído. O lado sul-norte deve ser iniciado após o período chuvoso, já que se trata de “solo mole”.

“É muito importante que o prefeito tenha essa visão de como está o andamento das obras para esclarecer qualquer dúvida”, aponta o secretário. “O compromisso é finalizar todas as obras iniciadas na outra gestão”, reforça Luiz Bittencourt.