Pesquisa

Veritá aponta vitória no primeiro turno de Marconi

Na nova sondagem, Marconi Perillo aparece 15,8 pontos à frente do segundo colocado, o peemedebista Iris Rezende.




Pesquisa do Instituto Veritá, encomendada pela parceria TV Record/ A Redação e divulgada na noite desta quinta-feira, aponta que Marconi Perillo (PSDB) aumentou a vantagem em relação aos demais candidatos ao governo de Goiás.

Não somando os votos brancos e nulos, e na metodologia em que se computa apenas os votos válidos, Marconi aparece com 53% dos votos. Iris pontua 33,1% e perderia o confronto sem poder ir para o segundo turno.  

Na nova sondagem, Marconi Perillo aparece 15,8 pontos à frente do segundo colocado, o peemedebista Iris Rezende.  

No levantamento do Veritá, Iris marca 26,2% enquanto Perillo atinge 42%. Vanderlan Cardoso  (PSB) registrou 4,7% e Antônio Gomide (PT) aparece empatado tecnicamente, com 4,3%.   

Na sequência, professor Weslei (Psol) pontua 0,8%, Marta Jane (PCB) e Alexandre Magalhães (PSDC) apresentam 0,6%.  

A pesquisa está registrada no TRE-GO (n. 00074/2014)  e sondou a opinião de 2.203 eleitores dentre segunda e quarta-feira.  A margem de erro é de 2,09%, informa a Record.

O Veritá fez uma pergunta aos eleitores: independente de quem pretendem votar, quem deverá vencer as eleições. Neste caso, Perillo tem a predileção de 75, 3%. Iris, por sua vez, aparece com 20,1%.

SERPES

Na tarde de quarta-feira, a coligação do candidato Vanderlan Cardoso conseguiu barrar na Justiça novamente a realização de uma nova pesquisa que simula uma disputa de segundo turno.

 Há dez dias, ele fez o mesmo com uma pesquisa do Instituto Serpes/ O Popular.

Dessa vez, o  Ibope foi barrado pelo socialista.

Ele alega que não se pode fazer simulação de dois candidatos apenas, mas deve-se seguir orientação de que todos – mesmo aqueles que nada pontuam nas demais pesquisas – tenham direito de ver seu nome em uma simulação.

O Ibope alegou ser impossível, devido a celeridade das pesquisas, contemplar os  21 cenários do segundo turno, o que irritaria os consultados.