Do Mais Goiás

Vereadores se posicionam contra antecipação de eleição da mesa diretora da Câmara

Vereadores apontam que não há clima para antecipação da eleição na casa

Prefeito Rogério Cruz e vereadores (Foto: Jucimar Sousa / Mais Goiás)

Pelo menos 24 dos 35 vereadores da Câmara Municipal de Goiânia assinaram manifesto contra a antecipação da eleição da Mesa Diretora da casa legislativa. A intenção é tentar barrar o pleito que reconduziria o atual presidente Romário Policarpo (Patriota) à reeleição.

O líder do Republicanos na Câmara, vereador Leandro Sena, um dos articuladores da “rebelião”, aponta que não há clima para antecipação da eleição na casa. Além disso, avalia que a maioria dos parlamentares são contrários à ideia. Por isso, o número de assinaturas deve ampliar com a sessão desta terça-feira (4).

Nos bastidores, o grupo ligado a Romário Policarpo avalia que se trata de uma interferência do Paço na Câmara. Leandro Sena, que é do partido do prefeito Rogério Cruz (Republicanos), nega que haja qualquer tentativa neste sentido. “Há independência do poder legislativo. É uma questão partidária”, aponta.

Segundo o prefeito Rogério Cruz (Republicanos), a antecipação da eleição da Mesa Diretora da Câmara de Goiânia – projeto que já passou na comissão Mista e deve ir a plenário nessa semana – será acompanhada de perto pelo Executivo. “A assessoria estará acompanhando de perto. Aquilo que os vereadores decidem, tem que ser sempre observado”, disse o gestor ao podcast do Mais Goiás, Poder em Jogo.

Sabrina Garcez (PSD), que também articula a derrubada da antecipação, aponta que é um movimento feito pelos vereadores, independente de ter ou não aval do Paço. “O mais importante é entender o que a população espera da Câmara agora. É uma antecipação de eleição? Na última legislatura cinco vereadores foram eleitos para outros cargos. Como fica caso alguém da Mesa seja eleito no ano que vem?”, indaga.

Procurado, o presidente da Câmara, por meio de sua assessoria, respondeu que não irá falar sobre um projeto que não está na pauta da Mesa Diretora.

Entenda

Na semana passada, a Comissão Mista da Câmara Municipal de Goiânia aprovou projeto de resolução que antecipa as eleições e altera a composição da Mesa Diretora e de Comissões Permanentes da Casa de Leis. A mudança cria a função de quarto vice-presidente e dois novos assentos nas Comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJ); de Finanças e na Mista.

Relator da matéria na Comissão Mista, o vereador Juarez Lopes (PDT) deu parecer favorável à matéria e acrescentou emenda estabelecendo que a eleição para renovação da Mesa Diretora seja antecipada e realizada em Sessão Especial convocada com antecedência mínima de 48 horas.

Na terça-feira passada (27), o relator tentou colocar uma emenda para antecipar as eleições da Casa, mas a alteração foi barrada pelo vereador Lucas Kitão (PSL), sob o argumento de que a matéria não cumpriu o período de interstício de 24h na convocação.