Câmara Municipal de Goiânia

Vereadores rejeitam dois vetos do prefeito Iris Rezende

Um dos projetos que estabelece diretrizes para a política municipal de segurança, de autoria dos vereadores Cabo Senna (PRP) e sargento Novandir (PTN)


Karla Araujo
Do Mais Goiás | Em: 03/10/2017 às 17:49:20

Câmara Municipal de Goiânia (Foto: Câmara de Goiânia)
Câmara Municipal de Goiânia (Foto: Câmara de Goiânia)

O prefeito Iris Rezende (PMDB) sofreu duas derrotas na sessão de hoje (3) da Câmara Municipal de Goiânia. Por maioria, o plenário, inclusive com votos da base de apoio do Paço, rejeitou os vetos aos projetos que estabelece diretrizes para a política municipal de segurança, de autoria dos vereadores Cabo Senna (PRP) e sargento Novandir (PTN), e o que obriga a Prefeitura a informar à Câmara as obras públicas em andamento na Capital, sob a responsabilidade da administração do município, iniciativa da vereadora Priscilla Tejota (PSD).

O veto ao projeto sobre segurança pública municipal caiu por unanimidade dos votantes, ou seja, 25 vereadores presentes na sessão votaram pela derrubada do veto. Cabo Senna comemorou o resultado, ao dizer que “o veto foi um grande erro do prefeito, já que o nosso projeto não aumenta despesa, mas apenas estabelece um cronograma de patrulha, entre 20 horas e 6 horas do dia seguinte, como forma de garantir maior proteção à sociedade como um todo”, disse o vereador.

Senna acrescentou que entre os objetivos da Política Municipal de Segurança Noturna (PMSN) estão a melhoria na iluminação pública, substituição das lâmpadas a vapor de sódio por lâmpadas LED, como também instalação do sistema no-break nos semáforos, aumento das câmeras de monitoramento urbano e reurbanização ou revitalização de áreas degradadas na cidade, dentre outras medidas.