Samuel straioto
Do Mais Goiás

Vereador pede que veículos escolares sejam usados no transporte coletivo

Gustavo Cruvinel (MDB) ingressou com ação judicial sobre o assunto

PL defende retorno do transporte alternativo em Goiânia e região
PL defende retorno do transporte alternativo em Goiânia e região

O vereador Gustavo Cruvinel (MDB) entrou com uma ação na justiça para que os veículos do transporte escolar possam conduzir trabalhadores durante o período de pandemia.

Na ação,  o parlamentar argumenta que a mesma medida foi adotada em Cascavel (PR) e destaca que a permissão temporária está respaldada pelo próprio contato de concessão.

A categoria tem feito protestos nos últimos dias. A intenção do parlamentar é de reduzir a quantidade de pessoas nos ônibus do transporte público e ajudar os motoristas escolares que estão com atividades paralisadas. Uma das alternativas é que haja a cobrança nos veículos escolares com a mesma tarifa do transporte coletivo.

Uma das justificativas para sustentar a ação é o reconhecimento das empresas e da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) de que a frota é insuficiente para garantir o deslocamento da população que vem atuando em serviços essenciais.

Outra proposta discutida por parte do setor produtivo junto à Prefeitura de Goiânia é que as empresas assumam o transporte dos funcionários, para isso poderiam ser utilizados os veículos escolares. Gustavo Cruvinel ingressou com a ação na última quinta-feira (7).

A reportagem não conseguiu contato com o consórcio que representa as empresas de ônibus e também com a CMTC para avaliar o assunto.

Protesto do transporte escolar

Na última quinta-feira (7), um grupo de motoristas do transporte escolar fez ‘buzinaço’ pelas ruas da capital. Cerca de 150 vans saíram do estádio Serra Dourada, passaram pelo Paço Municipal e Praça Cívica, tendo como destino final a Assembleia Legislativa de Goiás (Alego).

A categoria reivindicava celeridade no projeto que tramita na Casa e autoriza os proprietários autônomos, de vans de transporte escolar e de turismo a realizarem, de forma temporária, o serviço de transporte público complementar à região metropolitana da capital.