MANDO BEIJO

Vereador é denunciado pela prática de ‘rachadinha’, em Firminópolis

Parlamentar foi preso em flagrante no dia 5 de março e “mandou beijo para uma gravação de celular dizendo: “Daqui a pouco mais notícias da minha inocência”


Artur Dias
Do Mais Goiás | Em: 07/04/2020 às 18:47:11

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

O vereador de Firminópolis Rafael Barbosa de Sousa (PRP) foi denunciado pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) pela prática conhecida como “rachadinha”. De acordo com o órgão, ele recebia indevidamente uma parte dos salários de servidores comissionados indicados por ele na administração municipal.

De acordo com o promotor responsável pelo caso, Ricardo Lemos Guerra, dois servidores eram assediados pelo parlamentar: o superintendente de Indústria e Comércio, Macoolin Kalkyn Rodrigues Maciel, e o superintende de Indústria e Comércio, Maxwell Alves Ferreira. Ainda segundo o membro do MP-GO, ele ameaçava os funcionários de exoneração, caso não fizessem os repasses.

Rafael foi preso no dia 5 de março, depois de ser flagrado recebendo R$ 1,4 mil de Macoolin, cujo salário mensal é de R$ 2,5 mil. Na ocasião, ele mandou beijo para uma gravação de celular dizendo “daqui a pouco mais notícias da minha inocência”. O parlamentar segue detido em prisão domiciliar com o uso de uma tornozeleira eletrônica.

O vereador responderá pelo crime de concussão. Se condenado, pode pegar entre dois e 12 anos de prisão. O Mais Goiás tentou contato com o denunciado, mas as ligações não foram atendidas até o fechamento da matéria, às 18h34. O espaço etá aberto para manifestação