Vereador de Duque de Caxias é morto a tiros: Sandro é o terceiro este ano

Sandro do Sindicato dirigia van quando foi atacado e morreu na hora

Vereador de Duque de Caxias é morto a tiros: Sandro é o terceiro este ano (Foto: Redes sociais)
Vereador de Duque de Caxias é morto a tiros: Sandro é o terceiro este ano (Foto: Redes sociais)

Eleito em Duque de Caxias (Rio de Janeiro) para o seu primeiro mandato em 2020, o vereador Alexsandro Silva Faria (conhecido como Sandro do Sindicato) foi morto a tiros de fuzil nesta quarta-feira (13). Sandro dirigia uma van na entrada da avenida Governador Leonel Brizola no momento em que foi atingido e morreu na hora.

Sandro do Sindicato é o terceiro vereador assassinado na cidade neste ano. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), embora tenha sido registrado na 60ª DP (Campos Elíseos).

Sandro do Sindicato foi eleito com 3.247 votos. A Câmara de Vereadores de Duque de Caxias convocou uma reunião nesta quarta-feira para cobrar providências das autoridades policiais. Andréa Santos Da Silva, conhecida como Andréia Conselheira (Solidariedade), de 51 anos, assume a cadeira de Sandro.

Terceiro vereador morto em Duque de Caxias neste ano

Há um mês, o vereador Joaquim José Santos Alexandre, o Quinzé, de 66 anos, foi assassinado a tiros quando saiu de seu carro para entrar na casa de uma pessoa que iria visitar, em São João de Meriti (também em Duque de Caxias). O autor dos disparos, que estava em um veículo, fugiu. Quinzé estava em seu terceiro mandato.

A morte do primeiro parlamentar este ano ocorreu em março. Danilo Francisco da Silva, o Danilo do Mercado (MDB), e o filho dele, Gabriel da Silva, foram assassinados a tiros no bairro Jardim Primavera. Investigações da Polícia Civil levantaram a suspeita de envolvimento do parlamentar com um grupo de extermínio.