Imigrante

Venezuelano morre após passar mal em abrigo da Prefeitura de SP

De acordo com a Prefeitura, a causa preliminar do óbito foi definida como pneumonia, parada cardiorrespiratória, choque séptico e hemorragia


Estadao Conteúdo
Estadao Conteúdo
Do Estadao Conteúdo | Em: 06/06/2018 às 14:02:17

Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

O refugiado venezuelano Hector Ramon Rodriguez Cabello, de 55 anos, morreu nesta terça-feira, 5, no Hospital Sapopemba, na zona leste da capital paulista. De acordo com a Prefeitura, a causa preliminar do óbito foi definida como pneumonia, parada cardiorrespiratória, choque séptico e hemorragia.

Hector Cabello, que estava acolhido desde o dia 5 de abril de 2018 no Centro Temporário de Atendimento (CTA) São Mateus, também na zona leste, começou a passar mal no dia 28 de maio e foi atendido pelo Samu e encaminhado para o hospital.

Em nota, a Prefeitura lamentou a morte do venezuelano e disse que assim que houve a confirmação do falecimento, a equipe da Coordenação de Políticas para Imigrantes e Promoção do Trabalho Decente, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, tomou as providências necessárias para avisar aos familiares e entrou em contato o governo federal e organizações internacionais.

A Prefeitura aguarda a expedição do atestado de óbito definitivo para que possa realizar o velório e sepultamento de Cabello.