Vendedor de artigos religiosos é preso por abuso sexual de idosas em Goianésia

Homem tem 55 anos e será indiciado por estupro, de acordo com a polícia

Vendedor de artigos religiosos preso por abuso sexual de idosas (Foto: Polícia Civil)
Vendedor de artigos religiosos preso por abuso sexual de idosas (Foto: Polícia Civil)

Um homem que vende artigos religiosos de porta em porta é suspeito de praticar abuso sexual contra idosas em Goianésia. Ele tem 55 anos, foi preso na manhã desta terça (13) e levado para unidade prisional do município. O suspeito responderá por crime de estupro e pode pegar de seis a dez anos de cadeia.

A Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) soube da existência do indivíduo graças à denúncia de uma das vítimas – uma idosa de 79 anos. O sujeito tinha o costume de ir à casa dela para vender os produtos e, em uma das visitas, masturbou em plantas da residência. Depois, segurou a mão da idosa sem consentimento e a fez apalpar o seu órgão genital, por cima da calça.

Outra vítima, de 73 anos, disse aos policiais que o vendedor já havia telefonado para ela para dizer fazer pornográficas.

As duas disseram que outras idosas da vizinhança já foram vítimas de abuso do mesmo suspeito, mas não denunciavam por medo ou vergonha. A esperança da polícia é a de que, com a prisão do vendedor, as vítimas tomem coragem para prestar queixa.