FolhaPress
FolhaPress
Do FolhaPress

Veja um resumo da eleição para prefeito nas capitais brasileiras

Disputa caminha para segundo turno no Rio e em São Paulo; em Belo Horizonte, será decidida no primeiro turno

Guilherme Boulos apresenta primeiras sintomas da Covid-19 após testar positivo
Guilherme Boulos apresenta primeiras sintomas da Covid-19 após testar positivo

As urnas devem consolidar na eleição neste domingo (15) o protagonismo nas capitais dos candidatos de partidos de centro, com experiência política anterior distantes dos extremos que marcaram a política brasileira nos últimos anos.

Partidos como DEM, MDB, PSDB, PSB e PSD estão entre os que têm mais chances de vencer a eleição já no primeiro turno ou levar candidatos ao 2º turno, que acontecerá em 29 de novembro.

Nos grandes centros, a experiência política e administrativa é o principal traço em comum entre os candidatos favoritos. E o cenário indica que dificilmente haverá surpresas nas vésperas da eleição.

Veja os cenários da disputa pela prefeitura nas capitais brasileiras:

São Paulo
Bruno Covas (PSDB) deve disputar o 2º turno contra Guilherme Boulos (PSOL), Márcio França (PSB) ou Celso Russomano (Republicanos)

Rio de Janeiro
Eduardos Paes (DEM) deve disputar o 2º turno contra Marcelo Crivella (Republicanos), Martha Rocha (PDT) ou Benedita da Silva (PT)

Belo Horizonte
Alexandre Kalil (PSD) é favorito para vencer no 1º turno

Vitória
João Coser (PT), Gandini (Cidadania) e Delegado Pazolini (Republicanos) disputam as duas vagas no 2º turno

Curitiba
Rafael Greca (DEM) deve vencer no 1º turno. Se houver 2º turno, Goura (PDT) ou Francischini (PSL) disputam a segunda vaga

Florianópolis
Gean Loureiro (DEM) é favorito para vencer no 1º turno. Se houver 2º turno, Elson (PSOL) e Angela Amin (PP) disputam segunda vaga

Porto Alegre
Manuela D’Ávila (PC do B) caminha para disputar o 2º turno contra Nelson Marchezan (PSDB) ou Sebastião Melo (MDB)

Manaus
Amazonino Mendes (Podemos) deve disputar o 2º turno. David Almeida (Avante), Ricardo Nicolau (PSD) e Zé Ricardo (PT) disputam segunda vaga

Belém
Edmílson Rodrigues (PSOL) lidera e deve disputar 2 turno contra José Priante (MDB)

Macapá
Eleição adiada pelo TSE

Rio Branco
Tião Bocalom (PP), Minoru Kinpara (PSDB) e Socorro Neri (PSB) disputam as duas vagas no segundo turno

Palmas
Cinthia Ribeiro (PSDB) lidera e deve disputar 2º turno. Quatro candidatos disputam a segunda vaga.

Boa Vista
Ottaci Nascimento (Solidariedade) e Arthur Henrique (MDB) devem disputar o 2º turno

Porto Velho
Hildon Chaves (PSDB) é favorito para disputar o 2º turno. Vinícius Miguel (Cidadania) e Cristiane Lopes (PP) disputam segunda vaga

Salvador
Bruno Reis (DEM) deve vencer no 1º turno. Se houver 2º turno, Major Denice (PT) é favorita à segunda vaga

Natal
Álvaro Dias (PSDB) deve vencer no 1º turno. Se houver 2º turno, Kelps (Solidariedade), Hermano (PSB) e Jean (PT) disputam a segunda vaga

Recife
João Campos (PSB) deve chegar ao 2º turno. Marília Arraes (PT) e Mendonça Filho (DEM) e Delegada Patrícia (Podemos) disputam segunda vaga

Aracaju
Edvaldo Nogueira (PDT) caminha para o 2º turno. Daniele Garcia (Cidadania) é favorita para 2ª vaga

Maceió
Alfredo Gaspar (MDB), JHC (PSB) e Davi Danino (PP) disputam as duas vagas no 2º turno

João Pessoa
Cícero Lucena (PP) deve ir para o 2º turno. Quatro candidatos disputam a segunda vaga

Fortaleza
Sarto (PDT) e Capitão Wagner (Pros) são favoritos para dissputar o 2º turno. Luizianne Lins (PT) tem chance remota

Teresina
Dr. Pessoa (MDB) e Kleber Montezuma (PSDB) devem disputar o 2º turno

São Luís
Eduardo Braide (Podemos) pode vencer no 1º turno. Se houver 2º turno, Duarte (Republicanos), Neto (DEM) e Rubens (PCdoB) disputam segunda vaga

Campo Grande
Marquinhos Trad (PSD) deve vencer no 1º turno. Se houver 2º turno, Harfouche (Avante) e Pedro Kemp (PT) disputam segunda vaga

Cuiabá
Abílio Júnior (Podemos) e Emanuel Pinheiro (MDB) devem disputar o 2º turno

Goiânia
Maguito Vilela (MDB) e Vanderlan Cardoso (PSD) devem disputar o 2º turno