GREVE

Veja como pagar contas e evitar atrasos e juros com a greve dos Correios

Superintendente do Procon Goiás dá dicas para que o consumidor previna possíveis dores de cabeça com a não entrega de boletos


Leicilane Tomazini
Do Mais Goiás | Em: 26/08/2020 às 11:52:27

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Com 70% de adesão dos servidores, a greve dos Correios anunciada na última segunda-feira (17), pode ocasionar transtornos àqueles que utilizam o serviço. Diante disso, o Procon Goiás decidiu orientar os consumidores para evitar possíveis problemas relacionados ao pagamento de contas e atraso de correspondência. O não recebimento de boletos, por exemplo, não exime o consumidor de pagar os débitos pendentes.

Segundo o órgão, o aumento das compras on-line, verificado durante a pandemia do novo coronavírus, veio acompanhado de uma elevação das reclamações e denúncias relacionadas à má-prestação de serviço por parte dos Correios. “Para se ter uma ideia, de janeiro a agosto de 2020, foram feitos mais de 80 registros nesse sentido nos canais oficias do Procon Goiás. Com a greve, esses números tendem a aumentar”, informou.

Confira abaixo as dicas elencadas pelo Procon Goiás:

Pagamentos mensais de boleto

Superintendente do Procon Goiás, Allen Viana, ressalta que o consumidor deve procurar meios de quitar suas contas mesmo quando os boletos impressos não chegam via correspondência. “É importante frisar que, nesses casos, o consumidor arcará com juros e multas relacionados à conta. Por isso, aconselhamos que ele entre em contato com a empresa credora e solicite que uma segunda via do boleto seja enviada. Desse modo, é possível evitar cobrança de eventuais encargos, negativação do nome ou cancelamento do serviço”.

Caso haja o descumprimento por parte da empresa, o consumidor poderá procurar o Procon Goiás para registrar o ocorrido e buscar a solução do problema.

Contratação de serviços

O consumidor que contratou serviços ofertados pelos Correios, como o Sedex 10 tem direito a ressarcimento, caso a entrega não tenha sido executada no prazo previsto.

Compra de produtos on-line e à distância

As agências dos Correios são apenas intermediárias. Os fornecedores que precisam enviar encomendas ou correspondências com urgência e forem afetados com esta paralisação dos Correios devem optar por outros serviços de entregas.

Ou seja, o vendedor do produto deve garantir a entrega no prazo anunciado. Caso contrário, o consumidor tem direito de cancelar a compra em até sete dias.

A denúncias e reclamações podem ser feitas pelos seguintes canais:

Disque-Denúncia: 151 ou (62) 3201-7124

Portal Procon Web – proconweb.ssp.go.gov.br

Consumidor.gov – www.consumidor.gov.br