Cobrança

Vecci diz que governo de Temer terá que fazer reformas estruturantes no país

Para o tucano, peemedebista deverá ter coragem para enfrentar medidas para reequilibrar as contas públicas




Para o deputado federal e vice-presidente nacional do PSDB, Giuseppe Vecci, o dia 31 de agosto de 2016 representa para o Brasil a possibilidade de um verdadeiro recomeço com o afastamento definitivo de Dilma Rousseff da Presidência da República. Foram 61 votos favoráveis ao impeachment da petista, e 20 contrários, em votação no plenário do Senado na tarde desta quarta-feira. O tucano avalia que todos terão pela frente, em especial o governo de Michel Temer, um grande desafio de colocar o Brasil novamente no caminho do crescimento e desenvolvimento econômico.

Vecci defende que Temer assuma uma agenda propositiva e com reformas estruturantes para o Brasil. “É preciso ter a coragem de enfrentar novas medidas para estimular a geração de riqueza e emprego, reequilibrar as contas públicas, restabelecer a confiança no país e proporcionar dignidade às pessoas”.

O parlamentar, que votou pela saída de Dilma na votação da Câmara dos Deputados, em abril, avaliou que a petista cometeu muitos equívocos durante seu período à frente do governo federal. Recessão alta, inflação e o recuo do PIB são alguns indicadores apontados pelo parlamentar que demonstram a política irresponsável do governo federal. “Que se abra uma nova era no Brasil, com o olhar voltado para o futuro com otimismo e propostas sérias e firmes para ajudar a nação”, disse completando ainda que o momento é de unir forças e construir um novo destino para o país.