Eleições 2016

Vanderlan firma compromisso de valorizar a carreira de servidores da Comurg

Durante reunião nesta quarta, o candidato também desmentiu boatos espalhados pelo seu adversário sobre a terceirização da Companhia




Respeitar o servidor, valorizá-lo e dar melhores condições de trabalho foram compromissos firmados por Vanderlan Cardoso (PSB) com servidores da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) no início da noite desta quarta-feira, 19, em Goiânia.

O candidato a prefeito pelo PSB assinou um termo de compromisso que defende os direitos e garantias da categoria e ainda reiterou suas propostas de desenvolvimento a partir das oito unidades administrativas, que serão alocadas em cada um das regiões do município.

“Vocês serão os principais apoiadores do projeto que temos para desenvolver a nossa cidade. Não vamos, de forma alguma, prejudicar os servidores, como vem sendo espalhado por aí”, disse Vanderlan aos trabalhadores. “Estão falando que vamos acabar com a Comurg e com os direitos de vocês. Isso é mentira. Temos propostas para valorizar a carreira de vocês, assim como a dos demais servidores do município”, garantiu.

Outro enfrentamento que Vanderlan tem encontrado durante sua campanha é referente à terceirização da Comurg, boato que ganhou força nos últimos dias, em Goiânia. Durante o encontro, o candidato reforçou que não vai colocar OSs para gerir o serviço que hoje é prestado pela Companhia.

“Consegui gerir Senador Canedo durante cinco anos e três meses com apenas administração direta e, assim, vou fazer também em Goiânia. Vou administrar com maior participação do servidor, que é quem entende quais são as prioridades para cada área administrativa do município”, concluiu.

Vanderlan destacou que sua principal proposta nesta eleição é a geração de emprego e renda, com justiça social. “Se essa é a minha principal bandeira, como eu poderia acabar com a Comurg e tirar o emprego de vocês?”, questionou o candidato, garantindo que vai levar desenvolvimento para a capital.

Compromisso

No encontro, o presidente do Sindicato dos Empregados nas Empresas de Asseio, Conservação, Limpeza Pública e Ambiental (Seacons), Vildo Ribeiro, apresentou ao candidato um termo de compromisso que defende os servidores da Companhia. “Aqui, Vanderlan, temos pais e mães que trabalham dia após dia para manter a nossa cidade limpa. O sindicato não pode fechar a porta para o diálogo que define o que é melhor para a categoria”, disse.

O vereador Denício Trindade (SD) mostrou-se indignado com a “política antiga” adotada por alguns em Goiânia. “É uma total falta de respeito o que estão fazendo com vocês. Querem tirar a liberdade de vocês de votar em quem bem entenderem”, disse.

Quanto às criticas que Vanderlan vem recebendo de seu adversário, Trindade deixou claro seu posicionamento. “É um absurdo isso que estão falando do Vanderlan. Ele não vai terceirizar a Comurg jamais. Ele vai fazer a diferença e gerar renda para toda a população”, concluiu.

Sabrina Garcez, vereadora eleita pelo PMN, destacou que estará sempre à disposição dos servidores da Comurg para defendê-los na Câmara Municipal. A parlamentar relembrou também as condições em que a Companhia foi entregue à atual gestão. “É muito fácil falar que vão valorizar a Comurg agora, quando já se teve a oportunidade e nada foi feito.” Para ela, uma nova estratégia será usada para combater os ataques que vier em contra Vanderlan. “Para cada mentira, apresentaremos três verdades sobre eles”, disse.

Para o também eleito vereador Anderson Salles (PSDC), Goiânia precisa de um candidato que saiba administrar, que defenda os direitos do servidor público. “O Vanderlan é um ótimo gestor. Já mostrou que sabe fazer.”

Unidades administrativas

Entre as propostas elencadas em seu plano de governo, Vanderlan Cardoso destacou que órgãos da prefeitura, como a Comurg, terão sedes em cada uma das oito unidades administrativas que tem proposto para descentralizar a administração municipal.

Segundo o candidato, a subdivisão da prefeitura vai gerar maior comodidade para o servidor e para o cidadão que busca os serviços administrativos. “Com as regionais, os servidores vão poder trabalhar próximos de suas casas. Serão lotados em unidades da região em que moram. Com isso, vamos amenizar, também, o problema do trânsito, a lotação do transporte coletivo e contribuir para que o servidor tenha mais qualidade de vida”.

Apoio

Adelino Serra Reis tem seis anos que trabalha na Comurg. Ele destacou que vota em Vanderlan porque quer renovação para a capital e para a própria instituição onde trabalha. “Tem muita bagunça dentro da instituição, na forma de trabalho. Tem gente que está ali no administrativo e não resolve nada. Eu vou votar no Vanderlan porque senão esse trabalho vai continuar o mesmo, e o queremos é mudança”.

O servidor Geraldo de Lima está há sete anos na Companhia e disse que vota em Vanderlan pela mesma razão que Adelino Serra. “Não acredito que ele vá terceirizar a Comurg. Isso tiraria oportunidades para muitos trabalhadores. O Vanderlan tem as melhores propostas e espero que ele venha a ser prefeito para tirar essa galera do PMDB que cuida da administração de lá, porque a coisa está difícil. Queremos que ele modernize a Comurg”, completou.

Ênio Farias, que também é servidor da Comurg disse que trabalha há mais de três anos na instituição e que há muito no que se investir, por parte do próximo prefeito, para os servidores e para a cidade a partir de 2017. “Tem que dar uma melhorada nisso tudo. Somos poucos servidores lá na garagem onde estou lotado, para cuidar de tanta sujeira”, contou.