Eleições 2014

Vanderlan Cardoso afasta chances de composição com Iris Rezende

Durante a convenção do PSB, realizada no sábado, ele se reafirmou como cabeça de chapa e contou com o apoio de Eduardo Campos e Marina Silva


mgadmin
Do Mais Goiás | Em: 15/06/2014 às 11:25:32


Quem pensa que o empresário Vanderlan Cardoso (PSB) vai desistir da disputa ao governo de Goiás está enganado.

Durante a convenção do PSB, realizada no sábado, ele se reafirmou como cabeça de chapa e contou com o apoio de Eduardo Campos e Marina Silva, que foram seus defensores durante uma entrevista coletiva que antecedeu o encontro homologatório.

“Ele vai comandar a inauguração de um novo momento da política e vamos vencer essa polarização e unir o Estado e seu povo em torno de uma agenda renovadora”, disse Campos.

O ex-governador de Pernambuco disse que as pesquisas, apesar de não apontarem Vanderlan bem colocado, buscam um “novo tempo” para Goiás.

Em seu discurso, Vanderlan citou o Plano de Metas que realizou para o Estado. Ele espera repetir o sucesso que Juscelino Kubistchek teve em 1955, quando se elegeu também exatamente com a mesma ideia, com um Plano de Metas. Vanderlan não propôs fazer nenhuma Brasília, mas investir em segurança e mudar a rota de investimento.

Campos usou a estrutura do evento na Assembleia para pedir votos e dizer que Dilma não entregará um Brasil melhor para o próximo presidente. Ele disse que será a primeira vez que isso acontecerá nas últimas décadas.

CAMINHOS

Vanderlan tem pela frente nas próximas duas semanas a obrigação em aumentar seu eleitorado nas pesquisas de opinião.

Nas últimas sondagens, divulgada pela Verus, por exemplo, ele caiu em relação a outras sondagens.

O candidato socialista pode ainda decidir de última hora, até 4 de julho, se integra ou não uma composição com Iris Rezende (PMDB).

Ele é o vice dos sonhos dos peemedebistas, mas um dos marqueteiros de Vanderlan, consultado ontem pelo MAIS GOIÁS, praticamente descartou a composição: “Como oposição e terceira via, que foge dessa polarização, ele não poderia jamais seguir seja com Marconi ou Iris. Caso contrário, o que ele tem de mais forte, se diluirá”