Do Mais Goiás

“Vagina não transforma fascista em ser humano”, diz José de Abreu

Ator tem criticado Regina Duarte após ela ocupar Secretaria Especial da Cultura a convite do presidente Jair Bolsonaro. Procurador goiano do MPF irá enviar ofício contra Abreu

“Vagina não transforma fascista em ser humano”, diz José de Abreu
Ator tem criticado Regina Duarte após ela ocupar Secretaria Especial da Cultura a convite do presidente Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)

Após Regina Duarte aceitar o convite do presidente Jair Bolsonaro para ocupar a Secretaria Especial da Cultura, o ator José de Abreu tem feito uma série de postagens no Twitter alfinetando a atriz.

José de Abreu diz que é uma vergonha uma colega atriz aceitar fazer parte do governo Bolsonaro.

Fascista não tem sexo. Vagina não transforma uma mulher em um ser humano. Sou, talvez, sim, machista, misógino, por uma educação que recebi da sociedade. Mas a cada dia eu tento “mulherar”. A cada dia eu sou menos machista, menos misógino”, disse Abreu.

O ator alfinetou ainda mais a colega de emissora Regina Duarte. “Lembra de quantos gays lhe tiraram rugas? Coloriram seus cabelos brancos? Criaram figurinos para esconder suas banhas?”, escreveu.

Apesar das críticas, José de Abreu disse à Folha de S.Paulo, que recebeu o apoio de várias mulheres em seu perfil na rede social. Ele diz ainda que não dá para respeitar quem apoia Bolsonaro.

“Quem apoia miliciano, homofóbico, torturador, pra mim nem humano é. Fascista a gente trata no cuspe”, declarou.

“Como é que pode uma atriz participar de um governo desses? É um negócio de louco. Ela diz que recebeu um chamado divino… Porra, é contra índio… ah, não dá. Desculpa. Mas é muito difícil”, continuou o ator.

Ofício contra José de Abreu

Após as declarações do ator, o secretário de Direitos Humanos na Procuradoria-Geral da República (PGR), Ailton Benedito, disse que enviará nesta terça-feira (4) um ofício ao Ministério Público Federal (MPF) de São Paulo.

O procurador irá solicitar que o órgão “promova as medidas cabíveis nas suas atribuições em face do sujeito que ofendeu todas as mulheres brasileiras”.

Regina Duarte retira colagem após ser criticada por artistas por associá-los a Bolsonaro

*Com informações da Istoé