Do Mais Goiás

Universidade de Luziânia decide reduzir mensalidade em 30%

Estudantes do Centro Universitário de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Unidesc) tiveram mensalidades reduzidas em 30%

Alunos de universidade terão mensalidades reduzidas em Luziânia

Os alunos do Centro Universitário de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Unidesc), em Luziânia, tiveram mensalidades reduzidas em 30%, como forma de diminuir os impactos ocasionados pelo coronavírus (Covid-19) aos estudantes e garantir a manutenção do equilíbrio contratual. A decisão aconteceu por mediação do Ministério Público de Goiás (MP-GO) nesta última quarta-feira (15).

Eusélio Tonhá dos Santos, promotor de Justiça, titular da 8ª Promotoria do município, disse que, no início do mês de julho, instaurou procedimento extrajudicial para buscar solução ao caso apresentado pelos acadêmicos da instituição, visando à redução das mensalidades.

Conforme informações do Ministério Público, foram realizadas três videoconferências com os representantes do Unidesc e alunos, para conversarem sobre a possibilidade de acordo.

Os estudantes afirmaram nas conferências que as aulas não presenciais reduziram as despesas da universidade e que, por outro lado, a maioria teve a renda comprometida.  Já os representantes da instituição de ensino esclareceram que os gastos não diminuíram de forma considerável, mas que iriam levar as reivindicações à reitoria.

Acordo

Houve acordo entre as partes e foi disponibilizado 30% de desconto nas mensalidades de todos os alunos que não possuem bolsa de ensino e, proporcionalmente, até o patamar de 30%, aos que têm as bolsas em porcentuais inferiores.

Os descontos serão concedidos a todos os alunos, desde o início da pandemia até enquanto vigorar o decreto municipal declarando suspensão das aulas no município.

*Com informações do Ministério Público

*Laylla Alves é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Hugo Oliveira