Do Mais Goiás

Único goiano vivo na Série D, Aparecidense inicia mata-mata contra a Caldense

Aparecidense e Caldense entram em campo no estádio Ronaldo Junqueira, neste sábado (11), às 16 horas

Jogadores da Aparecidense reunidos
Jogadores da Aparecidense reunidos. Foto: Nicolle Mendes - Aparecidense

A Aparecidense irá começar neste sábado (11) a caminhada para conseguir seu primeiro acesso na Série D e pela frente, o Camaleão terá como rival a Caldense, de Minas Gerais. O jogo de estreia no mata-mata da quarta divisão nacional será fora de casa para os goianos, o duelo ocorre no estádio Ronaldo Junqueira, em Poços de Caldas, às 16 horas.

A partida colocará frente a frente um dos melhores ataques da competição, a Caldense, contra uma das melhores defesas, a Aparecidense. Na parte defensiva, os goianos possuem a 3ª melhor defesa, com apenas 8 gols sofridos, já os mineiros tem um ataque imponente, marcaram 26 vezes.

Para conseguir segurar o bom ataque mineiro e fazer um grande jogo, o técnico da Aparecidense, Thiago Carvalho tem uma estratégia bem definida. “Sempre vamos buscar fazer o nosso jogo. Nessa partida, o nosso o jogo ofensivo de ficar mais com a bola, de comandar o jogo será importante. Vamos tentar fazer eles correrem atrás da gente. Temos também de fazer um jogo de cobertura perfeito e ficar atentos as bolas paradas, que é uma situação que eles fazem muitos gols”, disse o treinador.

Como foi a campanha da primeira fase da Série D da Aparecidense?

Para o primeiro duelo do mata-mata, a Aparecidense aposta em sua consistência na primeira fase da competição. O Camaleão terminou a fase de classificação na liderança do Grupo A5. Após 14 jogos, o time somou 28 pontos, foram 8 vitórias, 4 empates e apenas duas derrotas. Já a Caldense, ficou com a 4ª posição do Grupo A6, foram 6 vitórias, 3 empates e 5 derrotas.

Equipes

No duelo, Thiago Carvalho deverá manter a base do time que vinha jogando. Com Pedro Henrique, Rafael Cruz, Wesley Matos (Vanderley), Rafael Goiano, Rodrigues, Bruno Henrique, Rodriguinho, Robert, David (Lelo), Alex Henrique e Rafa Marcos.

Já pelo lado da Caldense, o time perdeu o artilheiro da competição, o atacante Gabriel Santos, com 13 gols, e que foi para o Ceará. Com uma grande ausência, o técnico Marcos Grippi deverá escalar o time da seguinte maneira. João Paulo, João Vitor, Morais, Rodolfo, Geisandro, Lucas Silva, Guilherme Borges, Patrick Lopez, Lucas Gabriel, Denilson e Rafael Peixoto.