Polícia

Um dos maiores ladrões de bancos do Brasil morre em troca de tiros com a polícia de Goiás

Outros cinco comparsas foram presos na madrugada de hoje





//

Um homem morreu durante uma  troca de tiros com a Polícia Militar (PM) na madrugada desta quarta-feira (03/12) em Itapirapuã, na região Noroeste de Goiás. Ele e mais cinco pessoas teriam explodido caixas eletrônicos da agência do Banco do Brasil da cidade.

De acordo com a Polícia Civil, o assalto ocorreu por volta das 4 horas da madrugada. Os bandidos chegaram, invadiram a agência e detonaram vários explosivos. Com a explosão, parte da agência foi destruída.  

Após o roubo, os bandidos fugiram, mas pouco tempo depois a polícia conseguiu alcançá-los em uma rodovia.  Assim que interceptaram os bandidos, houve uma intensa troca de tiros.

Durante o tiroteio, Fredson Guimarães da Silva, de 39 anos, acabou sendo atingido pelos disparos. Ele chegou a ser encaminhado para um hospital municipal e depois para o Hugo (Hospital de Urgências de Goiânia), mas não resistiu aos ferimentos e morreu na tarde de ontem.

Fredson era considerado um dos maiores ladrões de banco do País. Além de Goiás, de acordo com a Polícia Civil, ele participou de crimes no Pará, Maranhão, Tocantins e Minas Gerais. 

Durante o cerco, os outros suspeitos conseguiram fugir com ajuda de dois comparsas, mas foram capturados na madrugada desta quinta-feira (04/12) pela Polícia Civil.