Do Mais Goiás

UFG oferece ajuda para armazenar vacinas da Pfizer contra covid-19

Este tipo de vacina precisa ser mantido a uma temperatura de -70ºC. Universidade pode guardar até 600 mil doses

UFG oferece ajuda para armazenar vacinas da Pfizer contra Covid-19
UFG oferece ajuda para armazenar vacinas da Pfizer contra Covid-19

A Universidade Federal de Goiás (UFG) poderá auxiliar o governo do estado no armazenamento de um tipo de vacina contra a covid-19. O imunizador em questão é produzido pela Pfizer e, para manter seu efeito, precisa ser mantida a uma temperatura de -70ºC. A instituição afirmou que hoje possui capacidade para armazenar 600 mil doses dessa vacina específica.

O anúncio foi feito pelo reitor da UFG, Edward Madureira. Ele ressaltou que está em contato com o governador e com a Secretaria Estadual de Saúde (SES) para oferecer o auxílio. A universidade possui mais de 20 refrigeradores que alcançam essa temperatura. Os ultrafreezeres utilizam um gás diferente, o que permite chegar a temperaturas de até – 80ºC.

Esses refrigeradores são utilizados hoje para guardar amostras de pesquisas em diversas unidades acadêmicas como o Instituto de Saúde Pública e Patologia Tropical (IPTSP), o Instituto de Ciências Biológicas (ICB), a Escola de Agronomia, entre outros. Edward salientou que os pesquisadores da universidade estão fazendo um esforço para remanejar amostras para ver se é possível ceder mais espaço para as vacinas.

Preparativos para vacinação

As secretarias estadual e municipal de saúde de Goiânia já iniciaram montagem de estrutura para armazenamento das doses contra o coronavírus, de acordo com as especificações das vacinas que estão em fase 3 e que podem ser aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Tanto o município quanto o Estado devem seguir as orientações do Ministério da Saúde com relação aos grupos prioritários da vacinação.

Apesar do início da preparação para a possível chegada da vacina, ambas as pastas ainda aguardam respostas do Governo Federal para avançar os trabalhos. Isso porque as três vacinas com estudos mais avançados possuem especificações distintas com relação à estrutura necessária para o armazenamento das doses. Além da vacina da Pfizer, a CoronaVac e a Oxford também devem chegar e podem ser mantidas em temperaturas entre 8 e 12°C, o que demandaria estrutura diferente da primeira.

O governador Ronaldo Caiado (DEM) disse na manhã desta terça-feira (22) que a vacinação contra covid-19 terá início entre os dias 10 e 20 de fevereiro. Caiado solicitou que a população redobrasse os cuidados durante a ceia de Natal e que cancele o réveillon. A declaração foi feita em entrevista à TV Anhanguera.

“Estamos tão perto da vacina. Vamos superar isso. Já superamos todo o ano sem perspectiva de data. Temos data marcada, que é a partir do dia 10 a 20 de fevereiro para iniciar nossa campanha nacional”, afirmou em entrevista à TV Anhanguera.