Do Mais Goiás

Turismo em Goiás cresce acima da média nacional ao longo do ano, diz IBGE

Conforme o IBGE, índice do turismo em Goiás cresceu mais de 38% no acumulado do ano, acima dos 13% da média nacional

Tradicionais pontos turísticos de Goiás, como o Parque da Chapada, movimentam o setor
Conforme o IBGE, índice do turismo em Goiás cresceu mais de 38% no acumulado do ano, acima dos 13% da média nacional (Foto: Reprodução - Agência Brasil)

O índice das atividades do turismo em Goiás teve um crescimento de 38,7% no acumulado do ano. O número é maior que a média nacional, de 13,1%. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que apontou que o o setor do turismo terve uma alta de 0,5% em julho em relação ao mês de junho no cenário nacional.

Conforme o instituto, o crescimento turístico foi impulsionado pelo aumento na receita de empresas que atuam nos ramos de hotéis; transporte aéreo; restaurantes; rodoviário coletivo de passageiros; locação de automóveis; e serviços de bufê.

Turismo em Goiás cresce, mas em outros estados também

O IBGE informou ainda que todos os 12 locais investigados também registraram taxas positivas, sobressaindo os ganhos vindos de Rio de Janeiro (12,3%), seguido por Bahia (33,2%), Minas Gerais (17,0%), Pernambuco (31,9%), Goiás (38,7%) e Rio Grande do Sul (25,0%).

Porém, mesmo com Goiás obtendo um resultado positivo no que se refere ao acumulado do ano, o estado foi um dos que apresentou um dos piores índices em julho em relação ao mês anterior: – 1,9%.

Em relação a julho de 2020, o índice de volume de atividades turísticas no Brasil cresceu 83,0%, quarta taxa positiva seguida. Todas as 12 unidades da Federação onde o indicador é investigado mostraram avanço nos serviços voltados ao turismo, com destaque para São Paulo (55,9%), seguido por Rio de Janeiro (56,3%), Bahia (271,7%), Minas Gerais (94,3%), Rio Grande do Sul (150,7%) e Pernambuco (144,8%).