Leicilane Tomazini
Do Mais Goiás

Túnel escavado em cela permite fuga de 14 detentos da CPP, em Aparecida

Detentos cumprem pena por homicídio e tráfico de drogas. Um deles foi recapturado

Um relatório feito pela Ordem dos Advogados do Brasil aponta superlotação, maus-tratos e tortura na CPP, em Aparecida (Foto: Reprodução/Ministério Público)
Um relatório feito pela Ordem dos Advogados do Brasil aponta superlotação, maus-tratos e tortura na CPP, em Aparecida (Foto: Reprodução/Ministério Público)

Quatorze detentos fugiram da Casa de Prisão Provisória (CPP) de Aparecida de Goiânia, na noite de terça-feira (16). Segundo informações Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), os custodiados cavaram um túnel em uma das celas, por onde conseguiram sair. Um dos foragidos foi recapturado por policiais do Batalhão da Polícia Militar (PM), ainda no complexo.

A DGAP afirma que forças policiais já foram notificadas para que sejam realizadas buscas pelos foragidos. Ainda de acordo com a direção, a PM já iniciou as buscas. A ocorrência será investigada pela Polícia Civil e será apurada também internamente pela DGAP para que sejam tomadas as providências e responsabilizações necessárias.

Os detentos que ainda estão foragidos são: David Pinheiro, de 29 anos; Edinaldo Castro, de 25 anos; Marcos Silva, de 28 anos; Arilson dos Santos, de 23 anos; Fabrício Ferreira, de 23 anos; Michel da Silva, de 19 anos; Marcos Santos, de 28 anos; João Paulo Santos, de23 anos; Luis de Souza, de 23 anos; Ronildo Rodrigues, de 33 anos; Wallace Barbosa, de 28 anos; e Yuri Barbosa, de 26 anos. Eles respondem pelos crimes de homicídio e tráfico de drogas.

Quaisquer informações sobre os fugitivos podem ser comunicadas pelo 197 da Polícia Civil; pelo 190 da Polícia Militar; ou pelo (62) 3201-1212 da Ouvidoria da Secretaria de Segurança Pública.