Agência Brasil

Trump demite procurador que combateu fraude financeira em Wall Street

Preet Bharara era um dos últimos que continuava nos cargos, os demais já haviam pedido demissão antes da posse de Trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, demitiu o procurador Preet Bharara. “Não renunciei. Fui demitido há alguns instantes”, diz o procurador de Nova York ontem (11) no Twitter.

O procurador é famoso por combater a fraude financeira em Wall Street. Ele foi demitido após ter se recusado a renunciar. Ele foi um dos 46 procuradores nomeados pelo governo anterior, de Obama, que o Departamento de Justiça solicitou que renunciassem na última sexta-feira (10). Eram os últimos que continuavam nos cargos, os demais já haviam pedido demissão antes da posse de Trump.

“Ser um procurador em Nova York será sempre a maior honra da minha vida profissional”, complementou Bharara na rede social.

A substituição da maioria dos procuradores federais é algo habitual quando há trocas presidenciais, mas Bharara encontrava-se em uma situação particular. Em novembro, enquanto era ainda presidente eleito, Trump reuniu-se com o procurador e pediu que continuasse no cargo.

Até agora se desconhece a razão pela qual o presidente mudou de opinião.

O promotor foi nomeado em 2009 e era um dos mais midiáticos dos Estados Unidos, atuou em casos de terrorismo internacional, narcotráfico e fraudes em Wall Street. Ele levou à prisão vários banqueiros e políticos por casos de corrupção.

As informações foram divulgadas pela Agência Télam com base em agências internacionais de notícias.