Do Mais Goiás

Trio sequestra “inadimplente” do tráfico e filma agressão para intimidar devedores

A vítima estava na casa da irmã quando dois homens o levaram num carro, o agrediram e filmaram os golpes. Motivos foram, segundo a PM, dívida por drogas e roubo de uma bicicleta

Arma encontrada em posse do sequestrador

Dois homens e uma mulher foram presos em flagrante na noite de domingo (6) pelo sequestro de um rapaz, identificado como Ricardo Costa da Silva, o qual teria uma dívida de drogas com os detidos. Ricardo estava em casa quando a dupla, identificada como Djalma Costa Bispo Filho, vulgo Baiano; e João Gabriel Soares Ferreira, invadiu a residência na companhia de Gilvanice Gomes dos Santos, esposa de Baiano. A vítima foi forçada a entrar em um carro Citroen C4 Pallas, de cor prata, e foi levada ao endereço de João Gabriel, onde, segundo a Polícia Militar (PM), o rapaz foi agredido e ameaçado antes de ser solto. Um vídeo com as agressões foi gravado e serviria como forma de intimidação em outros casos de dívida.

Djalma Costa, vulgo Baiano (Foto: CPE)

Djalma Costa, vulgo Baiano (Foto: CPE)

Segundo o tenente Cridiney Teixeira, da Companhia de Policiamento Especializado (CPE/PM), para além da dívida de drogas, a vítima havia roubado uma bicicleta de Baiano dias antes de ser raptado. O sequestro, de acordo com o policial, ocorreu na casa da irmã de Ricardo, de onde este foi levado ao mencionado local das agressões, no Setor Cardoso II, em Aparecida de Goiânia. Lá, o vídeo foi gravado e compartilhado com outros devedores. Na sequência, a vítima foi liberada na rua. A irmã da vítima acionou a polícia, que, pelo histórico de Baiano, já imaginava que ele poderia ser o responsável pela situação.

Baiano foi detido na frende de sua casa, no Setor Colonial Sul, também em Aparecida. Durante a entrevista policial, este revelou onde o comparsa estaria. Uma pistola calibre .380 e dois carregadores com 16 munições foram apreendidos. A esposa de Djalma, Gilvanice, e João Gabriel também foram presos. O trio foi encaminhado à Central de Flagrantes, onde aguardam suas respectivas audiências de custódia. A vítima, Ricardo Costa, ainda não foi localizada.