Incêndio criminoso

Trio é detido após arrombar, furtar e atear fogo à delegacia de Israelândia

Grupo estava em busca de drogas apreendidas e levou duas motos, um celular, uma arma de fogo quebrada, que foram recuperadas. A delegacia será transferida para Jaupaci


Hugo Oliveira
Do Mais Goiás | Em: 15/04/2018 às 17:57:29

Segundo delegado, equipamentos foram destruídos e o prédio ficou inutilizável (Foto: reprodução)
Segundo delegado, equipamentos foram destruídos e o prédio ficou inutilizável (Foto: reprodução)

Dois adultos e um menor de 17 anos foram detidos na última sexta-feira (13), três horas depois de invadir, furtar e atear fogo à delegacia de Israelândia, a 198 quilômetros de Goiânia, na região central do Estado. A delegacia estava vazia no momento do crime. Os nomes dos indivíduos não foram revelados.

O corpo de bombeiros foi acionado por um vizinho da delegacia, que percebeu o incêndio. A equipe, que chegou 30 minutos depois do alerta, conseguiu impedir que as chamas se alastrassem.

Os três foram presos e identificados por volta das 7h, em suas respectivas residências e na posse dos objetos furtados. De acordo com o delegado regional Ronaldo Pinto Leite, que deu suporte ao titular da cidade Vitor Avelino, os homens e o garoto confessaram o crime e revelaram que procuravam por drogas.

Segundo ele, o episódio ocorreu durante a madrugada, por volta das 4h. Um celular, uma arma de fogo estragada, duas motos e restos de drogas aprendidas foram levados pelo trio. Após o furto, os três atearam fogo ao prédio, de modo que computadores, impressoras, documentos, livros e objetos apreendidos em operações foram danificados ou destruídos pelas chamas. Os bens furtados foram recuperados.

“Eles responderão por furto qualificado, pelo arrombamento, e também pelo incêndio. O prédio cuja estrutura era de madeira ficou inutilizável, já que as instalações foram comprometidas”, revela Ronaldo. Uma sala ficou completamente destruída e outras duas foram afetadas gravemente.

Segundo o delegado Vitor Avelino, o prejuízo social é mais relevante que o financeiro. “Um dos problemas é que isso atrasa o andamento normal das investigações em curso”.

Mudança

Por causa dos danos ao prédio, a delegacia irá se mudar para Jaupaci, cidade a 18 quilômetros de Israelândia. “Os atendimentos referentes à Israelândia agora terão que ser realizados na cidade vizinha, que não tem delegacia. Vamos providenciar a mudança na próxima semana”, reforça Ronaldo.


Com informações do G1/Goiás