Do Mais Goiás

Trindade proíbe abertura de igrejas durante período da Festa do Divino Pai Eterno

O decreto visa conter o avanço do coronavírus no município e proíbe ainda entrada de excursões de fiéis

No 99º aniversário de emancipação política de Trindade, o Mais Goiás conta como a cidade surgiu e se tornou a capital da Fé de Goiás. (Foto: Reprodução/ Rodolfo Carvalhaes/AFIPE)
Festa de Trindade (Foto: Reprodução/ Rodolfo Carvalhaes/AFIPE)

O município de Trindade publicou, nesta sexta-feira (11), decreto que proíbe a abertura de igrejas e a realização de missas e demais atividades religiosas com presença de público durante o período da Festa do Divino Pai Eterno, tradicionalmente celebrada entre 24 de junho e 4 de julho. Medida visa conter o avanço do coronavírus no município. Este é o segundo ano consecutivo que a celebração será feita de forma virtual.

O documento impede a abertura do Santuário da Basílica do Divino Pai Eterno; Igreja Matriz; Igreja do Santíssimo Redentor e Igreja de Santa Luzia. Em 2019, última vez em que o evento foi realizado nos moldes tradicionais, cerca de 3,2 milhões de pessoas passaram por Trindade, nos 10 dias de festividades.

O decreto ainda proíbe a entrada e circulação de ônibus de turismo e similares, para evitar as tradicionais caravanas de fiéis na cidade. Barreiras sanitárias devem ser instaladas pela cidade. Há previsão de multa de R$ 73 a R$ 36 mil para descumprimento das medidas de restrições.

Celebrações

As missas, celebrações, novenas e outras atividades realizadas durante o período festivo serão transmitidas na televisão, redes sociais, site do Pai Eterno e rádio.

Além das barreiras sanitárias, a Prefeitura contará com o apoio das forças da Segurança Pública de Goiás para realizar ações de fiscalização às medidas impostas na cidade. De acordo com o prefeito Marden Júnior, também haverá testagem em massa aberta à população e pontos de atendimento específicos para a Covid.

A festividade ocorre novamente por meio digital em razão da recente alta nos números de casos de internação e ocupação de leitos de UTI.