R$ 10 milhões

Trincheira aberta na Rua 90 para receber BRT será concretada na segunda (7)

Serviço, segundo a prefeitura, deve ser concluído em 20 dias. Previsão de entrega da obra está para o final do próximo mês de novembro

Cidades

Hugo Oliveira
Do Mais Goiás | Em: 06/10/2019 às 10:28:52

Pretensão é de que a obra dê fluidez ao tráfego das regiões Sul e Central (Foto: divulgação/Prefeitura)
Pretensão é de que a obra dê fluidez ao tráfego das regiões Sul e Central (Foto: divulgação/Prefeitura)

Iniciadas a mais de 180 dias, em abril, as obras do entroncamento entre Rua 90 e Avenida 136, que afeta os setores Sul, Jardim Goiás e Marista estão, segundo a Prefeitura de Goiânia, em fase final. A trincheira aberta para formação do viaduto deverá ser concretada a partir desta segunda-feira (7). 

O serviço terá início na parte Norte, que segue rumo à praça do cruzeiro. Toda a pavimentação, cujas dimensões são 350 metros de comprimento e 18 metros de largura, receberão concreto. A expectativa é de que a etapa seja finalizada em 20 dias, com asfaltamento de pistas laterais ao longo da trincheira, nos dois lados da Rua 115, uma vez que a pistas do lado da Praça do cruzeiros já estão asfaltadas.

Um sistema de drenagem também é edificado e será conectado ao já existente na Avenida Jamel Cecílio, o qual segue para a Avenida 136. A rede terá 150 metros de extensão e 1,2 metro de diâmetro para captar água do sistema viário e lançar no Córrego Botafogo.

BRT

A obra integra o sistema do BRT e tem o intuito de agilizar o fluxo nas regiões Sul e Central. De acordo com o Paço, 120 mil usuários diários do transporte coletivo serão beneficiados, assim com mais de 100 mil condutores que trafegam pela região com a mesma periodicidade.

O BRT Norte-Sul terá 21,7 km de comprimento, com início no Terminal Recanto do Bosque, na região Norte, seguindo até o terminal Cruzeiro do Sul, em Aparecida de Goiânia. Ao todo, passará por duas trincheiras, e conectará seis terminais de integração, bem como 30 estações de embarque e desembarque. A previsão é de que as obras sejam entregues em 29/11 deste ano e custe ao menos R$ 10 milhões.