Receptação

Três são presos por armazenamento e distribuição de combustível receptado

Denúncia anônima levou a PRF ao local onde estavam os suspeitos e o produto apreendido, no distrito de Alvoradinha




Uma denúncia anônima levou à prisão de três pessoas envolvidas em armazenamento e distribuição de combustível de origem não comprovada.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), foi comunicado à corporação que uma carga de combustível de origem ilícita estava sendo descarregada dentro de uma transportadora no distrito de Alvoradinha, no km 45 da BR-060.

Ao chegar ao local, os agentes flagraram um caminhão tanque descarregando o combustível. Ao perceberem a presença da polícia, um casal que morava no local e um homem de 53 anos, motorista do caminhão, tentaram fugir por um matagal na vizinhança. No entanto, foram alcançados e presos.

Segundo a PRF, no local havia 15 mil litros de gasolina de origem não comprovada. Havia também no estabelecimento 15 tanques, com capacidade de mil litros cada, e um outro com capacidade de 7 mil litros, além de diversas bombonas e galões.

Todos os envolvidos foram conduzidos para a Polícia Civil de Águas Linda de Goiás. Dois deles, o casal que morava na distribuidora, foram considerados apenas como testemunhas, enquanto o outro, o homem de 53 anos, ficou preso pelo crime do art. 1º da Lei 8176/91, que estabelece ser crime adquirir ou distribuir derivados de petróleo em desacordo com a lei, cuja pena é de 1 a 5 anos.