Cidades

Três homens morrem após confronto com policiais militares na BR-158, em Caiapônia

Segundo o tenente Flávio, os suspeitos trocaram tiros após ignorarem a ordem de parada dada pelos policiais. Armas, munições e diversos objetos para prática criminosas foram encontrados no interior do veículo


Joao Paulo Alexandre

Do Mais Goiás | Em: 28/11/2018 às 10:06:06


Objetos apreendidos dentro do veículo aonde estavam os suspeitos (Foto: Divulgação/PM)
Objetos apreendidos dentro do veículo aonde estavam os suspeitos (Foto: Divulgação/PM)

Três homens com idades entre 25 e 35 anos morreram após entrar em confronto com militares do Comando de Operações de Divisas (COD) na noite desta terça-feira (27). A troca de tiros aconteceu em meio a BR-158, no município de Caiapônia, a 335 quilômetros de Goiânia. Os suspeitos mortos ainda não foram identificados.

Segundo o tenente Flávio, do COD, os homens estavam em um VW Gol que transitava pela via em atitude suspeita. Os policias deram a ordem de parada, que foi ignorada pelos suspeitos e os mesmos atiraram contra os policiais para fugir da abordagem.

Houve o revide por parte dos policiais e os homens foram atingidos. “Tentamos contato com as equipes de resgate, mas devido a ausência de sinal na região, os mesmo foram transportados até o hospital da cidade para atendimento”, conta. Apesar disso, os suspeitos não resistiram aos ferimentos e morreram na unidade hospitalar.

Os militares apreenderam dentro do veículo duas carabinas calibre 12, um revólver calibre 38, diversas munições de ambos os calibre, alicate que corta vergalhão, touca ninja e demais objetos que, segundo o tenente, seriam para a prática de roubo de cargas.

“Todos os objetos que foram encontrados com os suspeitos demonstram que seriam utilizados em alguma prática criminosa. E na rodovia há uma situação recorrente de roubo a cargas devido a precariedade do asfalto. Devido a isso, muitos criminosos aproveitam a baixa velocidade que os motoristas transitam para realizar os crimes”, destaca.

Os objetos apreendidos foram encaminhados para a Delegacia de Caiapônia, que ficará a cargo das investigações.