Estupro

Três familiares são presos por estupro de menina de 11 anos, em Roraima

A denúncia do caso foi feita em dezembro de 2019, após a menina relatar à mãe que sofria abuso sexuais por parte do pai, do avô e do tio


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 21/01/2020 às 15:44:07

(Foto: Jackson Félix/G1 RR/Arquivo)
(Foto: Jackson Félix/G1 RR/Arquivo)

Na  última sexta-feira (10), três familiares de uma menina de 11 anos foram presos acusados de estuprá-la. Os acusados são o avô de 66 anos, pai de 45 e o tio de 33 anos. Todos  negaram o crime. O caso aconteceu em Boa Vista, capital do estado de Roraima. Após exames feitos pelo Instituto Medico Legal (IML), foi comprovado o abuso sexual.

As investigações tiveram início em dezembro de 2019, após denuncia feita pela mãe da vítima. Segundo a delegada Jaira Farias, a menina morava há um ano com o pai e relatou que sofria diariamente abusos sexuais praticados por ele. No depoimento, a criança contou que chegou a ser molestada pelo tio e sofreu tentativas de estupro do avô.

“Em seu relato, a menina disse que vinha sofrendo abuso sexual por parte do pai diariamente. A menina disse, ainda, que uma cunhada do pai dela chegou a dar um remédio caseiro para que a menina abortasse devido a suspeita da gravidez”, relatou a delegada ao portal G1 RR.

A cunhada do pai foi intimada para depor e liberada em seguida. Segundo informações da Polícia Militar (PM), ainda não foi comprovado se a criança está gravida e se o remédio abortivo fez efeito. Após as investigações, o NPCA a encaminhou para atendimento psicológico.

A tutela da criança foi transferida para a mãe. Após as comprovações, os suspeitos foram encaminhados para Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (NPCA). Lá, prestaram esclarecimento do caso e foram transferidos a cadeia pública, onde devem permanecer à disposição da Justiça.

*Com informações do portal G1 RR