Justiça Eleitoral

TRE acata pedido de impugnação da candidatura de Gomide e votos do petista podem ser anulados

A anualçao dos votos do petista causaria a vitória do candidato à reeleição Marconi Perillo (PSDB) no primeiro turno





//

O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE) indeferiu o registro da candidatura do ex-prefeito de Anápolis, Antônio Gomide (PT), em sessão na tarde desta segunda-feira (20/10).

A decisão foi tomada com base em relatório do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) que rejeitou, parcialmente, a prestação de contas do petista do período em que esteve à frente da administração anapolina. Assim sendo, os votos recebidos por Gomide no primeiro turno das eleições 2014 podem ser considerados inválidos.

Durante entrevista coletiva, o advogado da coligação, Edilberto de Castro Dias, prometeu recorrer até a última instância para provar que não há irregulridades nas contas prestadas por Gomide.

Mais cedo, por unanimidade, o TRE-GO julgou também como improcedente o pedido de indeferimento de candidatura após o partido ter realizado a substituição do cargo de vice, quando o então candidato Tayrone di Martino renunciou poucos dias antes das eleições do primeiro turno.

A questão central que permeia a impugnação ou não da candidatura de Gomide, que obteve 10,09% dos votos válidos, é a possibilidade de anulação dos votos do petista – o que causaria a vitória do candidato à reeleição Marconi Perillo (PSDB) no primeiro turno, já que teria mais de 50% do eleitorado goiano. Desta forma, o embate entre Marconi e Iris Rezende (PMDB) no segundo turno poderia não ocorrer.

O  TRE ainda não se pronunciou sobre a realização ou não do segundo turno no domingo.

Em nota, Marconi Perillo infoma que o indeferimento da candidatura de Antônio Gomide “em nada altera a rotina da campanha do governador Marconi Perillo (PSDB), que disputa a reeleição”.

Leia trecho da nota abaixo:

“A coligação Garantia de um Futuro Melhor para Goiás informa que a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO) pelo indeferimento da candidatura de Antônio Gomide (PT) ao Governo de Goiás em nada altera a rotina da campanha do governador Marconi Perillo (PSDB), que disputa a reeleição.

O governador Marconi Perillo prosseguirá normalmente com a campanha nesta reta final do segundo turno, mantendo integralmente sua agenda de atividades até o próximo sábado (25/10), véspera da eleição, conforme estabelece a legislação eleitoral. (…)

Marconi aproveita para conclamar todos os eleitores goianos a comparecerem normalmente aos seus locais de votação neste domingo, 26 de outubro, e a exercer o legítimo e democrático direito de escolha do próximo governador de Goiás e do próximo presidente da República.”