Mobilidade Urbana

Transporte público por aplicativo aplica tarifas especiais para viagens em grupo

O City Bus 2.0 lançou, no dia 22 de fevereiro, uma tarifa especial em que viagens para grupos saem mais baratas. Essa medida resulta em menos veículos nas ruas


Larissa Lopes
Do Mais Goiás | Em: 25/02/2019 às 17:06:39

Serviço volta a operar normalmente a partir desta terça (24). (Foto: Divulgação)
Serviço volta a operar normalmente a partir desta terça (24). (Foto: Divulgação)

A empresa HP Transportes, responsável pelo transporte coletivo CityBus 2.0, implantou na última sexta-feira (22) uma nova forma de cobrança das tarifas voltadas a viagens em grupo. A medida foi feita devido porque, na maioria dos casos, as viagens grupais são realizadas por uma única solicitação pelo aplicativo.

Com a nova forma de cobrança, a economia pode chegar a 170%, de acordo com a simulação realizada pela empresa. Além disso, a medida pode tirar veículos das ruas, descongestionando o trânsito, e assim, favorecer a mobilidade urbana.

SIMULAÇÕES

As simulações de valores e economia comparando o uso do transporte individual de passageiros (como Uber e 99Pop) foram feitas para grupos de seis pessoas. Para essa quantidade de passageiros, seria necessário dois veículos.

Como exemplo, a empresa citou que um percurso de 8 quilômetros, distância do parque Vaca Brava, no Setor Bueno, até a Rodoviária de Goiânia, no Setor Central, teria o custo estimado de R$ 41,80 pela viagem. Com o transporte coletivo via aplicativo, essas mesmas pessoas pagariam R$ 15,50 pelo mesmo trajeto.

Outro exemplo oferecido pela empresa é para uma distância de cinco quilômetros, do Bosque dos Buritis, no Setor Oeste, ao Estádio Serra Dourada, no Jardim Goiás. A viagem sairia a R$ 11,00. Enquanto com um transporte individual sairia a 27,80. Ou seja: 153% mais caro pelo mesmo percurso.

O CityBus 2.0, que está em fase de teste desde 11 de fevereiro, percorre 11 bairros da capital, sendo eles: Setores Central, Sul, Oeste, Marista, Bueno, Bela Vista, Serrinha, Nova Suíça, Jardim Goiás, Universitário e Aeroporto. De acordo com a empresa, ainda há não previsão para expandir o atendimento para outros locais.

*Larissa Lopes é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Thaís Lobo