Torcedores do Goiás espancam grupo de vilanovenses após cercar ônibus no Itaipu, em Goiânia

Jovem de 16 anos teve a cabeça rachada após golpes de um pedaço de pau e está em estado grava na UPA do Itaipu


Rafael Oliveira
Do Mais Goiás | Em: 18/09/2019 às 12:23:35

Momento em que líder da torcida organizada do Goiás foi preso pela Guarda Civil (Foto: GCM)
Momento em que líder da torcida organizada do Goiás foi preso pela Guarda Civil (Foto: GCM)

Um grupo de torcedores do Goiás Esporte Clube, liderados por Gabriel Inácio Gonçalves Itacarambi, líder da torcida organizada na região do Jardim Itaipu e Real Conquista, em Goiânia, cercaram um ônibus já no Jardim Itaipu para agredir torcedores do Vila Nova. Integrantes de um veículo Celta, um HB 20 e um Palio obrigaram todos os passageiros a descerem do coletivo e começaram a agredir os torcedores do time rival no meio da rua. O ônibus foi seguido pelos carros quando saiu do Terminal do Cruzeiro em direção ao Itaipu. Cerca de 15 homens da torcida do Goiás espancaram um grupo com adultos e adolescentes, após o jogo do Vila Nova e Botafogo (SP).

Um adolescente, torcedor do Vila Nova, de 16 anos, teve a cabeça rachada após golpes desferidos com um pedaço de pau e foi encaminhado em estado grave à UPA do Jardim Itaipu. Outros três torcedores do Vila, com lesões graves, também foram encaminhados para a mesma unidade de Saúde.

No meio da pancadaria, dois torcedores colorados procuraram abrigo em uma igreja próxima. O pastor da congregação era policial militar e interviu no acontecimento de modo a dispersar os agressores. Ele também acionou os Bombeiros para socorro imediato.

O Guarda Civil Municipal de Goiânia, Marcos Fernandes, disse à reportagem que a situação envolveu tiroteio, agressões com facas, pedras, bastões e pedaços de paus. “O caso agora está sendo apurado pela Polícia Civil da região porque o líder da torcida não quis contar onde os outros agressores moram”, afirmou Fernandes. Os envolvidos poderão responder por formação de quadrilha, lesão corporal e tentativa de homicídio.

O líder da torcida organizada do Goiás, Gabriel Gonçalves Itacarambi, participa de audiência de custódia com o juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 3ª Vara dos Crimes Dolosos contra a Vida, no Fórum Criminal (Perto do Estádio Serra Dourada).

Loja incendiada

Torcedores do Vila Nova enviaram fotos de um incêndio na loja oficial após a derrota do time para o Botafogo (SP) por 2×0. A foto foi enviada em um grupo de torcedores no aplicativo Whatsapp. O caso foi repassado à Polícia Civil para investigação.

Loja do Vila Nova incendiada

Loja do Vila Nova incendiada (Foto: torcedores)