Eleições DF

Toffoli:STF deve manter negativa a candidatura de Arruda

Toffoli entende que não há "matéria constitucional" na decisão tomada pelo tribunal eleitoral, o que retira a necessidade de análise do Supremo




O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, disse nesta sexta-feira, 12, em São Paulo que acredita que o STF manterá a decisão de indeferir o registro de candidatura do ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda (PR). Toffoli entende que não há “matéria constitucional” na decisão tomada pelo tribunal eleitoral, o que retira a necessidade de análise do Supremo.

“Imagino que o Supremo vá manter a decisão tomada pelo Tribunal Superior Eleitoral porque, a meu ver, não há matéria constitucional na decisão do TSE. E só em matéria constitucional é que o tema vai à alçada do Supremo Tribunal Federal”, disse após uma palestra na Fecomercio em São Paulo.

Questionado sobre o requerimento apresentado na tarde de hoje pela Procuradoria Geral da República, que pede a suspensão da campanha de Arruda, Toffoli disse ainda não ter analisado o mérito e evitou dar respostas. “Ainda nem tomei conhecimento deste requerimento, vou analisar e ver se tem fundamento ou não.”

Arruda foi condenado por envolvimento no caso que ficou conhecido como “mensalão do DEM”. O Supremo Tribunal Federal é a última tentativa dos advogados de José Roberto Arruda de manter a candidatura. O ex-governador disse ao Broadcast Político, serviço de informações em tempo real da Agência Estado, que continua candidato até que haja um fato novo no processo.