Agência O Globo

TIM devolverá R$ 4 milhões a consumidores por cobranças indevidas

Para saber se tem direito a ressarcimento, determinado por TAC, basta consultar site da operadora e informar CPF ou CNPJ

Sede da operadora TIM. Foto: ISMARINGBER/Arquivo
Sede da operadora TIM. Foto: ISMARINGBER/Arquivo

A TIM vai devolver cerca de R$ 4 milhões consumidores por cobranças indevidas identificados em processos administrativos, de acordo com acerto do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A operadora criou uma área em seu portal para consulta do direito do ressarcimento (clique aqui para acessar). Basta informar CPF ou CNPJ.

O ressarcimento poderá ser feito em crédito em conta, valores de recarga ou até mesmo depósito bancário. A modalidade será de acordo com o perfil de cada cliente.

Ex-clientes da operadora também têm direito ao ressarcimento e podem usar o site para a consulta.

Para quem ainda é cliente, a devolução de valores cobrados indevidamente deve ser feita em até seis meses a contar de 25 de junho de 2020, data da assinatura do TAC. O valor inclui atualização e juros.

A operadora não divulga os valores de ressarcimento por clientes e nem a quantidades de beneficiados respeitando os dados de privacidade.

Em caso de clientes não identificados, os recursos vão para o Fundo de Defesa de Direitos Difusos.