Críticas

Tico Santa Cruz associa nome de Bolsonaro a energia negativa no Rock in Rio

O vocalista Tico Santa Cruz, muito ativo nas redes sociais e crítico do governo de Jair Bolsonaro, se manifestou durante o festival.

Entretenimento

FolhaPress
FolhaPress
Do FolhaPress | Em: 28/09/2019 às 18:53:38


Um público empolgado e cantante acompanhou o Detonautas no segundo show do palco Sunset, neste sábado (28), no Rock in Rio. O vocalista Tico Santa Cruz, muito ativo nas redes sociais e crítico do governo de Jair Bolsonaro, se manifestou durante o festival.

“O Brasil vem passando por um momento de intolerância e ódio. Levanta a mão para fazermos uma corrente positiva”, disse o artista, o que levou a plateia prontamente a gritar “Ei, Bolsonaro, vai tomar no cu”.

“Jesus Cristo dizia ‘ame ao próximo como a ti mesmo’ e ponto final”, continuou o cantor para, na sequência, pedir que cada um na plateia abraçasse quem estivesse ao seu lado durante a música “Você me Faz Tão Bem”.

A banda teve grande sucesso no início dos anos 2000 com muita força na MTV e nas rádios. Hits daquela época permanecem na memória dos fãs –como “Quando o Sol se For”, “Olhos Certos”, “O Dia que Não Terminou”.

Na metade da apresentação Tico chamou os paulistas do Pavilhão 9 para o palco. O grupo de rap trouxe no repertório “Trilha do Futuro”, “Sigo com Calma” e “Mandando Bronca”.
Bem-humorado e numa versão paz e amor Tico disse que ensaiou um hit sertanejo para então começar a tocar “Killing in the Name”, do Rage Against the Machine.

Isso empolgou o público e algumas rodas de bate-cabeça se abriram. Após o fim da música novamente a plateia gritou contra Bolsonaro. “Não evoquem nenhuma energia negativa nessa porra”, pediu Tico Santa Cruz.

Ainda deu tempo pra relembrar outros dois hits do grupo do Rio de Janeiro: “Só por Hoje” e “Outro Lugar”, mantendo o público bem animado em um show de uma hora.