Crimes em série

Tiago Henrique é condenado a 20 anos de prisão pela morte de Juliana Neubia

Tiago Henrique foi julgado pelo 1º Tribunal do Júri de Goiânia, em sessão presidida pelo juiz Jesseir Coelho de Alcântara.





//

O vigilante Tiago Henrique Gomes da Rocha foi condenado, na manhã de hoje (02/03), a 20 anos de prisão pela morte da jovem Juliana Neubia Dias. O crime ocorreu no dia 26 de julho de 2014, no Setor Oeste, em Goiânia.

Tiago Henrique foi julgado pelo 1º Tribunal do Júri de Goiânia, em sessão presidida pelo juiz Jesseir Coelho de Alcântara.

Em seu interrogatório, Tiago Henrique se negou a falar. Ele apenas disse: “Não sou eu quem está sendo julgado, são vocês”. Ao ser indagado pelo juiz se queria falar, o réu disse. “Já sei o final da história”. “Qual final o senhor sabe?”, questionou o juiz. “Eu não posso falar ainda”, finalizou.

Juliana Neubia Dias foi morta no dia 25 de julho de 2014, no Setor Oeste. A vítima estava dentro do carro do namorado, parado no semáforo, quando foi atingida por dois tiros – no pescoço e no tórax. O assassino estava em uma moto, usando capacete, aproximou-se do veículo e atirou.

Tiago Henrique, depois de ser preso pela força-tarefa das Polícias Civil e Militar, confessou o crime. Ele foi pronunciado por homicídio com duas qualificadoras – motivo torpe e utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima.