Saúde

Teste rápido de Zika chega à Goiânia e profissionais passam por capacitação

Exame estará disponível a partir de quarta-feira e poderá ser feito apenas por gestantes com suspeita da doença ou com alterações no ultrassom

Cidades

Thais Lobo
Do Mais Goiás | Em: 06/03/2017 às 19:33:45

Treinamento para utilização do teste rápido de vírus Zika será realizado amanhã. (Foto: Pedro Ferreira)
Treinamento para utilização do teste rápido de vírus Zika será realizado amanhã. (Foto: Pedro Ferreira)

Enfermeiros e biomédicos de dez unidades públicas de saúde sediadas em Goiânia participam amanhã (07) de um treinamento para utilização do teste rápido de vírus Zika. O exame auxilia no diagnóstico da doença em gestantes e, a partir da próxima quarta-feira (08), já estará disponível em alguns Cais, Hospitais e Maternidades do Sistema Único de Saúde (SUS) da Capital. A capacitação será feita pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do município.

O teste pode ser feito apenas por mulheres gestantes com sintomas ou suspeita de infecção pelo vírus Zika ou por aquelas que o exame de ultrassonografia revele alterações no feto. Em cerca de 40 minutos o resultado do exame fica pronto. Caso seja positivo, a confirmação será realizada pelo Laboratório de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen). Enquanto aguardam o teste confirmatório, as grávidas terão a gestação monitorada.

Em 2017 já foram notificados 384 casos da doença na Capital e com o exame será possível identificar os chamados anticorpos IgM e IgG, que são produzidos quando o organismo entra em contato com o vírus Zika. O superintendente de Vigilância em Saúde da SMS de Goiânia, Robson Azevedo, destaca que “a capacitação integra a iniciativa nacional de otimizar o diagnóstico da infecção pelo vírus”.

As gestantes interessadas poderão realizar o teste no Ciams Jardim América; nos Cais Campinas, Cândida de Morais, Guanabara, Novo Mundo e Chácara do Governador; na Maternidade Nascer Cidadão e no Hospital e Maternidade Dona Íris. Além das unidades municipais, o Hospital Materno Infantil e a Maternidade Nossa Senhora de Lourdes também estarão aptos a fazerem o exame.