VIOLÊNCIA

Terceiro suspeito de matar motorista por aplicativo é apreendido em Abadia de Goiás

Crime ocorreu em Goiânia no último dia 30 de junho. Carlos Roberto da Silva, de 58 anos, foi morto com quatro facadas


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 08/07/2020 às 18:40:27

Imagens de câmeras de segurança mostram momento em que motorista é arrancado do volante e morto a facadas (Foto: Reprodução)
Imagens de câmeras de segurança mostram momento em que motorista é arrancado do volante e morto a facadas (Foto: Reprodução)

Um adolescente, de 16 anos, foi apreendido após o cumprimento do mandado de busca e apreensão por parte da Delegacia de Apuração de Atos Infracionais (Depai), nesta terça-feira (8). De acordo com a Polícia Civil (PC), o menor é o terceiro suspeito de participar da morte do motorista de aplicativo Carlos Roberto da Silva, de 58 anos, no último dia 30 de junho.

De acordo com o delegado Queóps Barreto, ele estava escondido em Abadia de Goiás, na região metropolitana de Goiânia. O menor confessou a participação no crime. Queóps conta que ele foi quem deu voz de assalto. No último dia 1º de julho, um homem, de 36 anos,  foi detido e outro adolescente, também de 16 anos, foi apreendido. Este é último foi quem desferiu os golpes de faca na vítima.

O menor responderá por ato análogo a latrocínio e aguarda vaga de internação no Centro Socioeducativo. Ele já tinha outras passagens pela polícia por atos análogos à receptação, tráfico e roubo.

O crime

Carlos foi morto no último dia 30 de junho em uma rua do Setor São Francisco, em Goiânia. Após o crime, os suspeitos ainda bateram o veículo em poste e fugiram sem levar nada. Servidores da Comurg foram quem encontraram o corpo do motorista de aplicativo. Poucas horas depois, o carro foi encontrado abandonado na Avenida Luísa Maria Coimbra Coimbra, no Jardim do Cerrado 8, também na capital.

Dentro do veículo, que estava capotado na pista, a polícia encontrou a carteira da vítima suja de sangue. Ao lado do veículo, os agentes também localizaram a faca utilizada no crime. Câmeras de segurança flagraram o momento em que o motorista é retirado do veículo e o esfaqueado mais de quatro vezes.

O homem preso foi quem teria encomendado o crime para os adolescentes. Porém, ao descobrir que o motorista teria sido assassinato, desistiu de ficar com o veículo. Por isso que o veículo foi encontrado em uma avenida. Ainda de acordo com a PC, todos os envolvidos têm passagens pela polícia.

Tópicos