Trânsito

Terceirização vistoria mais de 22 mil veículos em um mês

A vistoria veicular é uma das principais formas de combater o crime organizado de roubo, furto, receptação e desmanche de veículos.




O Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) apresentou nesta segunda-feira, dia 15, balanço do primeiro mês da terceirização do serviço de vistoria veicular técnica e óptica. De 4 de maio a 12 de junho, foram realizadas 22.245 vistorias, sendo 9.967 veículos reprovados e 17 apreendidos por conterem adulteração.

Segundo o presidente do Detran, João Furtado, o novo modelo de vistoria é o primeiro do País a ser realizado com sucesso. “O Estado de Goiás foi o primeiro do Brasil a realizar com êxito um modelo de vistoria com parcerias e descentralização. O novo processo de vistoria é mais rigoroso. Esperamos que, nos próximos meses, o usuário tenha consciência de que é preciso estar atento às normas e, chegando ao atendimento com a devida regularidade, haverá uma redução das reprovações”, disse.

A vistoria veicular é uma das principais formas de combater o crime organizado de roubo, furto, receptação e desmanche de veículos. Conforme explica a Sanperes/Terceira Visão, empresa licitada para o serviço, condicionar a operação de transferência de veículo à realização de uma vistoria confiável é a forma mais eficaz de impedir que componentes roubados sejam vendidos, implantados em outros veículos e regularizados, quebrando o elo que alimenta a indústria do crime organizado.

Novo Detran
Participaram da entrevista coletiva de imprensa os diretores de Operações, coronel Sebastião Vaz; técnico e de Atendimento, João Balestra e de Gestão, Planejamento e Finanças, Francisco Assis Peixoto. Além do balanço da vistoria descentralizada, o presidente e seus auxiliares apresentaram outras medidas que também integram o projeto Novo Detran.

“Temos o desafio de desenvolver uma plataforma que nos permita prestar um serviço com a mesma qualidade em todo o Estado, esse é o projeto Novo Detran. Estivemos há poucos dias no 49° Encontro Nacional dos Detrans e pudemos perceber que o projeto novo Detran, que empreendemos em Goiás, é pioneiro no Brasil. Os demais estados querem copiar nosso modelo”, afirmou Furtado.

Dados cadastrais mantidos em dia
Sobre a atualização de endereço e o envio de documentos pelos Correios, o presidente destaca a importância de se manter os dados cadastrais em dia. “Em todo atendimento no Detran é recomendável que o cidadão traga um comprovante e endereço, para que possamos fazer permanentemente a atualização cadastral. Caso haja adulteração do endereço, isso caracterizará fraude e o fraudador será autuado imediatamente.”

Desmonte
O Detran já está implementando a aplicação da Lei Federal nº 12.977/2014, conhecida como Lei do Desmonte. O objetivo da regulamentação é controlar e regularizar a venda de peças usadas, além de combater a comercialização de produtos oriundos de veículos roubados.

“Queremos criar em Goiás um ambiente insalubre para os bandidos, para as quadrilhas, para os falsificadores. Queremos expulsar de Goiás esses criminosos. Queremos que o cidadão sinta-se mais seguro, sabendo que o bandido que cometer um roubo ou furto terá muito mais dificuldade de comercializar, desmontar, clonar, falsificar, fazer um dublê desse veículo”, afirmou o presidente do Detran.

Tópicos